“Uma intervenção por laparoscopia, muito rápida e simples”: Marcelo é operado esta quarta-feira de tarde

Agência Lusa , DCT
14 dez 2021, 19:53

Tempo de recuperação será entre oito a dez dias

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou esta terça-feira que a cirurgia que vai fazer a uma hérnia inguinal está prevista para o início da tarde de quarta-feira.

Interpelado pelos jornalistas sobre a intervenção cirúrgica a que vai ser submetido, no final da sessão de lançamento do livro Era uma vez Jorge Sampaio, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, o chefe de Estado referiu que a operação vai ser “ao começo da tarde” de quarta-feira.

No domingo, o Presidente da República adiantou que será “uma intervenção por laparoscopia, muito rápida e simples, mais rápida do que a operação à hérnia umbilical”, não encontrando por isso razão para ser substituído.

A 18 de novembro, Marcelo Rebelo de Sousa adiantou que iria ser operado a “uma pequena hérnia inguinal de oito centímetros” antes do Natal, numa operação que decorreria em princípio no Hospital das Forças Armadas, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu então que prevê “aí oito a dez dias de recuperação”, o que significa que “as festas do Natal serão reduzidas ao mínimo”.

“É prudente, embora eu esteja muito bem, e por mim eu viveria com esta hérnia, mas é prudente evitar que ela estrangule, pequenina que seja. E, resumindo, imediatamente antes do Natal farei uma pequena intervenção”, declarou na altura.

Marcelo Rebelo de Sousa foi operado de urgência a uma hérnia umbilical a 28 de dezembro de 2018 no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, o que o obrigou a cancelar toda a sua agenda até ao final desse ano e a abrandar o ritmo nas semanas seguintes.

A 30 de outubro de 2019, foi submetido a um cateterismo cardíaco, desta vez de forma programada, no Hospital de Santa Cruz, em Oeiras.

Presidente Marcelo

Mais Presidente Marcelo

Mais Lidas

Patrocinados