Marcelo assinala nomeação da primeira mulher superintendente-chefe da PSP

Agência Lusa , FMC
14 set, 18:21
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, durante a sessão de encerramento da auscultação do Livro Branco "Mais e melhores empregos para os jovens" (António Cotrim/ LUSA)

Segundo o sindicato que também destacou a nomeação, Paula Peneda "presta um serviço exemplar" à frente do Comando Metropolitano do Porto e constitui "um verdadeiro exemplo a seguir para todas as mulheres que ambicionam uma carreira na polícia"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinalou esta quarta-feira a nomeação de Paula Peneda para a categoria de superintendente-chefe da PSP, a primeira mulher a atingir o patamar mais elevado da carreira desta força de segurança.

O despacho de nomeação da superintendente Paula Cristina da Graça Peneda – que está à frente do Comando Metropolitano do Porto – para a categoria de superintendente-chefe da Polícia de Segurança Pública (PSP) foi esta quarta-feira publicado em Diário da República.

O chefe de Estado destacou esta nomeação para a "patente mais elevada da carreira" da PSP, numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet.

"Trata-se da primeira mulher a atingir este patamar da carreira na PSP, facto que se reveste de assinalável importância, passados que são 32 anos depois de as duas primeiras mulheres terem ingressado no quadro de oficiais de PSP e nas quais se inclui a até agora superintendente Paula Peneda", escreveu Marcelo Rebelo de Sousa.

O Sindicato Independente dos Agentes de Polícia de Polícia (SIAP) também destacou esta nomeação, na sua página na rede social Facebook, felicitando a "primeira mulher na PSP a ascender ao posto de superintendente-chefe".

Segundo o SIAP, Paula Peneda "presta um serviço exemplar" à frente do Comando Metropolitano do Porto e constitui "um verdadeiro exemplo a seguir para todas as mulheres que ambicionam uma carreira na polícia".

"Com uma licenciatura no Instituto Superior de Ciências Policiais e de Segurança Interna, passou também pelo Comando de Santarém e posteriormente fez um percurso brilhante enquanto oficial de ligação do Ministério da Administração Interna junto da Embaixada de Portugal em Marrocos e, posteriormente, oficial de ligação da PSP junto do Ministério da Administração Interna", refere este sindicato.

Política

Mais Política

Patrocinados