É melhor "democracia viva" do que "democracia pantanosa": Marcelo defende que polémicas no governo são sinal de que "portugueses estão muito mais exigentes"

Agência Lusa , CF
31 jan 2023, 13:48
Marcelo Rebelo de Sousa

Presidente da República considera que as polémicas e demissões de governantes acontecem "mais do que aconteciam" porque "nas democracias de hoje o escrutínio é muito apertado"

O Presidente da República considerou esta terça-feira que a sucessão de casos e polémicas envolvendo governantes "é sinal de que a democracia portuguesa está mais forte" e defendeu que é melhor "democracia viva" do que uma "democracia pantanosa".

"É bom para a democracia haver exigência em antigos e novos partidos políticos no sistema partidário, na comunicação social. O contrário é que seria uma situação pantanosa. Mais vale ver se há problemas, levantá-los, depois uns são, outros não são, e isso é uma democracia viva, a ser uma democracia pantanosa", declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado respondia a perguntas dos jornalistas, a meio de uma sessão do programa "Músicos no Palácio de Belém", no antigo picadeiro real, em Lisboa.

Questionado sobre a sucessão de casos e polémicas em Portugal, o Presidente da República apontou um exemplo estrangeiro, o executivo chefiado por Rishi Sunak, que "em cem dias já teve não sei quantas demissões, por razões éticas".

No seu entender, isso também "em Portugal agora acontece mais do que acontecia", porque "nas democracias de hoje o escrutínio é muito apertado".

"É bom, é bom, é sinal de que a democracia portuguesa está mais forte, não está mais fraca. O haver capacidade de controlar e haver a capacidade de em função desse controlo haver respostas que correspondam a padrões de exigência crescente dos portugueses, quer dizer que os portugueses estão muito, muito mais exigentes", sustentou.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, os portugueses passaram "momentos tão difíceis" nos últimos anos, "é justo que estejam exigentes" e "isso é bom para a democracia".

Governo

Mais Governo

Patrocinados