Marcelo diz que vai ao funeral de José Eduardo dos Santos com o MNE, mas ainda não sabe a data nem o local

8 jul, 18:25

José Eduardo dos Santos, antigo presidente de Angola, morreu nesta sexta-feira, aos 79 anos, num hospital de Barcelona, onde estava internado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, adiantou esta sexta-feira que irá marcar presença no funeral de José Eduardo dos Santos, juntamente com o ministro dos Negócios Estrangeiros, embora ainda não saiba a data nem o local da cerimónia.

"Dirigi os meus pêsames à família mas também ao presidente em funções da República de Angola, com o qual falei, e agora aguardo a marcação de eventuais funerais de Estado. Em princípio irei com o senhor ministro dos Negócios Estrangeiros [João Gomes Cravinho], mas ainda é indeterminada a data", revelou aos jornalistas, em Belém.

Questionado sobre o local da cerimónia, Marcelo Rebelo de Sousa admitiu também não saber: "Neste momento não tenho informação, fiquei de receber nos próximos dias, mas aguardemos."

O antigo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, morreu esta sexta-feira aos 79 anos em Barcelona, anunciou a Presidência da República angolana. De acordo com o comunicado do executivo angolano, o óbito foi declarado às 11:10 desta sexta-feira, hora de Espanha (10:10 em Portugal Continental).

Marcelo Rebelo de Sousa já divulgado um comunicado no site oficial da Presidência da República no qual lembrava José Eduardo dos Santos como "o interlocutor de todos os Presidentes Portugueses em Democracia, durante quatro décadas, constituindo um protagonista decisivo nas relações entre os Estados e os Povos Angolano e Português".

"Portugal testemunha o respeito devido a essa longa memória, em período determinante para o nascimento e o arranque da CPLP e do engrandecimento das nossas relações bilaterais após a descolonização", pode ler-se ainda no mesmo comunicado.

 

Relacionados

Política

Mais Política

Patrocinados