Marcelo recebeu candidato à liderança do PSD Moreira da Silva

Agência Lusa , BCE
21 abr, 20:23

Este encontro acontece um dia depois de o antigo vice-presidente do PSD ter apresentado publicamente a sua candidatura, na quarta-feira, num espaço em Monsanto, em Lisboa, naquela que será a sua primeira disputa da liderança dos sociais-democratas

O Presidente da República recebeu esta tarde o candidato à liderança do PSD Jorge Moreira da Silva, em Belém, “a pedido deste”, informou Belém.

Esta audiência foi comunicada no site da Presidência da República exatamente nos mesmos termos com que tinha sido transmitido um encontro semelhante, em 8 de abril, com o outro candidato até agora anunciado à presidência do PSD, Luís Montenegro.

“O Presidente da República recebeu esta tarde em Belém, a pedido deste, o Engenheiro Jorge Moreira da Silva”, refere a curta nota divulgada ao final da tarde.

Este encontro acontece um dia depois de o antigo vice-presidente do PSD ter apresentado publicamente a sua candidatura, na quarta-feira, num espaço em Monsanto, em Lisboa, naquela que será a sua primeira disputa da liderança dos sociais-democratas.

Luís Montenegro apresentou publicamente a sua candidatura ao cargo presidente do PSD em 6 de abril – que irá disputar pela segunda vez, depois de em janeiro de 2020 ter perdido para Rui Rio, numa inédita segunda volta no PSD - e foi recebido por Marcelo Rebelo de Sousa dois dias depois.

Moreira da Silva contra Montenegro na corrida à liderança

Até agora, Moreira da Silva e Montenegro são os dois únicos candidatos anunciados às eleições diretas no PSD marcadas para 28 de maio, com Congresso no primeiro fim de semana de julho, de 01 a 03, no Porto.

O atual presidente, Rui Rio, já anunciou que deixará nessa ocasião a liderança do partido, na sequência da derrota nas legislativas de 30 de janeiro, em que o PS conseguiu maioria absoluta.

Nas últimas eleições diretas do PSD, o chefe de Estado recebeu o eurodeputado e candidato Paulo Rangel no final de outubro, o que lhe mereceu fortes críticas de Rui Rio, também candidato nessa disputa.

“Obviamente que acho muito estranho que o Presidente da República receba um putativo candidato à liderança de um partido. Se for verdade o que vem nos jornais, que ainda por cima o que lá foram tratar foi a data das legislativas e tendo em vista a data das diretas do PSD, significa que vamos condicionar o país às diretas do PSD”, criticou.

“Se assim foi, peço desculpa, tenho o máximo respeito pela figura do Presidente da República, pelo professor Marcelo Rebelo de Sousa, mas tenho de discordar frontalmente”, disse.

Nessa ocasião, o Presidente da República desvalorizou as críticas do líder do PSD, justificando que recebe "toda a gente" e que se tratou de uma audiência de cortesia.

"Eu sou como sou, eu recebo toda a gente, falo com toda a gente. Quando me pedem audiências de cortesia, recebo. Faço isso há seis anos", disse então.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

PR Marcelo

Mais PR Marcelo

Patrocinados