Marcelo confirma que não se vai encontrar com Bolsonaro caso não haja "indicação escrita em contrário"

3 jul, 15:35
Marcelo Rebelo de Sousa no Brasil

Presidente da República afirmou que o programa da visita acaba após o encontro com Michel Temer se o atual chefe de Estado do Brasil não quiser remarcar o almoço

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa confirmou este domingo que não se irá encontrar com Jair Bolsonaro durante a sua visita de Estado ao Brasil, abrindo uma exceção para o caso do presidente brasileiro enviar uma "indicação escrita em contrário".

"Vou agora para a Bienal [do Livro de São Paulo] e lá almoçarei. Depois receberei, no mesmo sítio onde recebi há um ano, (...) o presidente Michel Temer. E depois, se não houver uma alteração de circunstâncias, isto é, se não houver uma indicação escrita em contrário, fica o programa [da visita] por aí", afirmou aos jornalistas o chefe de Estado português.

Marcelo garantiu também que este momento não o magoa nem prejudica as relações entre os dois países. "Já expliquei várias vezes aquilo que é um não-problema. Fiz exatamente aquilo que fiz o ano passado, não estamos em período eleitoral, não há candidatos formalmente apresentados", referiu.

Na sexta-feira, Jair Bolsonaro afirmou à CNN Brasil que tinha cancelado o almoço com Marcelo Rebelo de Sousa, devido ao facto de o Presidente da República ter agendado um encontro com Lula da Silva.

"Ele teria uma reunião com o Lula. Resolvi cancelar o almoço que ele teria comigo, bem como toda a programação", justificou o presidente brasileiro, após ter sido questionado acerca deste cancelamento.

Política

Mais Política

Patrocinados