Explosão em apartamento faz dois mortos e três feridos na Madeira

Rita Aleluia , (atualizada às 12:32)
18 jul, 10:09

Vítimas mortais tinham 56 e 68 anos. Prédio ficou parcialmente danificado

Duas pessoas morreram e três ficaram feridas na sequência de uma explosão num apartamento em Água de Pena, em Machico, Madeira, que destruiu dois apartamentos e danificou um terceiro.

Ao que tudo indica, a explosão terá sido provocada por uma fuga de gás, mas as causas estão ainda a ser apuradas pela Polícia Judiciária no local.

Em declarações à CNN Portugal, Pedro Fino, secretário regional das Infraestruturas e Equipamento Social, indica que a explosão, que ocorreu por volta das 04:00 da manhã, fez duas vítimas mortais - uma de 56 anos e outra de 68 - e deixou três pessoas feridas com "relativa gravidade", que estarão já "estabilizadas".

As autoridades estão agora a fazer um levantamento dos estragos, sendo que algumas das habitações do prédio encontram-se "danificadas", duas estão "completamente destruídas, uma delas com danos avultados", mas, ainda assim, o prédio "encontra-se estável" do ponto de vista estrutural, pelo que os restantes habitantes estarão em segurança, acrescenta o responsável.

Em comunicado, a Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas explica que a explosão no Edifício Machico Park, adiantou que, "uma vez que a explosão foi forte, todo o bloco será alvo de um levantamento exaustivo”.

"A Segurança Social também está no local, caso seja necessário providenciar habitação temporária a alguns dos moradores”, acrescenta-se na mesma nota.

As vítimas mortais residiam em apartamentos contíguos, sendo que a explosão provocou também danos em vários outros apartamentos e numa viatura que se encontrava estacionada no exterior.

O edifício Machico Park, construído em 2009, é uma estrutura de habitação social, localizada na freguesia de Água de Pena, gerida pela empresa pública Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM), sob tutela da Secretaria de Equipamentos e Infraestruturas.

“A IHM, no terreno, já está a proceder à limpeza dos escombros e a situação será acompanhada pela Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas até à sua total resolução”, refere a nota de imprensa, adiantando que a Polícia Judiciária também se encontra no local para “apurar a causa da explosão”.

A Secretaria Regional e a empresa IHM lamentam o sucedido e, em nome do Governo da Madeira, “endereçam o seu pesar às famílias das vítimas”.

País

Mais País

Patrocinados