«A exposição mediática de João Félix trouxe alguns contratempos»

27 jun, 18:52
20.º: João Félix - 90,8 milhões de euros

Diretor desportivo do Atlético de Madrid explicou evolução do avançado português, cujo talento «não tem limites»

O diretor desportivo do Atlético de Madrid, Andrea Berta, à margem de uma entrevista acerca do troféu do Golden Boy, explicou a evolução de João Félix, vencedor da edição de 2019, nos colchoneros. Segundo o dirigente, o internacional português foi vítima de um crescimento muito rápido e da «exposição mediática».

«Como todos os jogadores diferenciados, João Félix teve uma explosão muito rápida. Em pouco mais de seis meses, passou de jogar na equipa B do Benfica a ser o jovem mais cobiçado do mundo. Este crescimento desportivo, bem como esta exposição mediática, típica de grandes talentos, trouxe também alguns contratempos que retardaram parcialmente o seu crescimento. Saber conviver com a fama, o sucesso, as grandes comparações, a necessidade imediata de se impor e de obter resultados, não é fácil», disse o italiano ao Tuttosport.

Berta garantiu ainda plena confiança no talento de Félix. «Hoje, posso dizer com certeza que ele será aquilo que quiser. Tem um talento extraordinário, amadureceu e tem a sorte de ter uma família equilibrada atrás dele que o ajudou no seu crescimento. A ambição que também o acompanha vai levá-lo onde quiser porque o talento dele não tem limites.»

Com Simeone, explica o dirigente, o avançado luso «aprendeu a sofrer, a trabalhar, a ser generoso em campo». «Ele tem crescido em aspetos secundários para jogadores talentosos, mas que são fundamentais para que se alcancem grande feitos no futebol moderno», concluiu.

João Félix, diga-se, inaugurou no último sábado um espaço desportivo em Viseu, a sua terra natal, e fechou a porta a uma eventual saída do At. Madrid.

Relacionados

Patrocinados