«Gostávamos de manter Fábio Carvalho, mas fizemos um bom negócio»

3 mai, 11:35
Fábio Carvalho abriu o marcador no Derby County-Fulham, do Championship

Vice-presidente do Fulham confirma saída do internacional sub-21 português e destaca o trabalho de Marco Silva

O vice-presidente e diretor do futebol do Fulham, Tony Khan, confirmou o acordo com o Liverpool para a transferência de Fábio Carvalho, no próximo verão.

«Gosto muito do Fábio. Ele é um jogador que sempre avaliámos por cima, veio da academia, e adoraríamos tê-lo mantido. Mas fizemos um negócio que é melhor para o clube e, desde esse acordo, tudo funcionou maravilhosamente porque ele tem sido uma parte valiosa na conquista da promoção», disse, em entrevista ao The Athletic.

Tal como o Maisfutebol noticiou em momento oportuno, o internacional sub-21 português vai transferir-se para Anfield Road por uma verba a rondar os oito milhões de euros. O médio de 19 anos estava em final de contrato e este acordo permite aos cottagers receberem uma compensação pelo jogador.

Fábio Carvalho foi um dos responsáveis pela conquista do Championship, com 10 golos e oito assistências nas 35 jornadas em que participou. Segundo o dirigente, Marco Silva teve influência no rendimento do futebolista. «Marco fez um ótimo trabalho com ele. Eles têm uma ótima relação e o Fábio tem sido excelente. É uma das figuras do plantel e é uma grande perda, mas, como fizemos bons negócios, podemos fazer bons negócios [no futuro] para garantir que vamos estar fortes nessa posição.»

Khan explicou ainda que Marco Silva foi a «principal escolha» para assumir o banco no início da temporada.

«Sempre foi o homem que queríamos. Fiz uma entrevista por Zoom com ele. Conversámos filosoficamente. Havia muito em comum e eu tinha muito respeito por ele. Conheci-o apenas de passagem antes, quando ele era técnico do Everton, mas senti-me muito confortável. Para nós, não pareceu uma decisão difícil», contou.

«O meu pai teve um encontro muito bom com ele em Portugal. Passaram muito tempo juntos e fizeram uma ótima conexão. Como o meu pai me disse: ‘Eram só boas energias’. E eu senti essa conexão também.»

«O Marco viu potencial aqui e a sua visão fez muito sentido para o clube. Disse imediatamente ao [diretor executivo] Alistair Mackintosh: 'Este é o único'», rematou.

O Fulham garantiu esta segunda-feira o título do segundo escalão inglês, a uma jornada do fim, com uma goleada na receção ao Luton, por 7-0.

Marco Silva chegou aos quatro títulos na carreira, depois da II Liga com o Estoril, a Taça de Portugal com o Sporting e o campeonato grego com o Olympiakos.

Relacionados

Patrocinados