«Ronaldo? É desagradável, como ex-capitão, ver a estrela a fazer joguinhos»

4 ago, 09:21
Cristiano Ronaldo

Gary Neville diz que Man. United deve facilitar a saída do português

A cerca de um mês do término do mercado de transferências, o futuro de Cristiano Ronaldo ainda é uma incerteza. O antigo internacional inglês Garry Neville, que dividiu o balneário com o português na primeira passagem pelos red devils, considera que o clube deveria facilitar a saída daquela que é a principal «estrela», até para melhorar o ambiente no balneário.

«As conquistas do Ronaldo no futebol foram além de tudo o que qualquer um poderia ter pensado e imaginado. Ele será lembrado como um dos melhores jogadores de todos os tempos para sempre. O que se está a passar neste verão no Manchester United será esquecido em 20 anos», começou por dizer no Overlap, da Sky Sports.

«Mas é desagradável para mim assistir a isto, como ex-capitão do Manchester United, pensar que neste momento a estrela do balneário está a fazer joguinhos. Não pode ser a estrela do clube a gerir a 'loja'. No passado, quando Sir Alex Ferguson transferiu jogadores, é porque esse jogador precisava de ser transferido», prosseguiu.

«Sei que os adeptos do Manchester United querem que Ronaldo fique. Mas se Ronaldo quiser sair, o clube deve facilitar isso», rematou.

O colega de painel, o ex-Liverpool Jamie Carragher, focou-se na ausência de interessados em contratar Ronaldo, lembrando que o português foi «uma contratação bizarra» do Manchester United, pois já «não é o mesmo jogador».

«Ele ainda é um grande goleador, mas não é o mesmo jogador. Neste momento, nenhum outro clube da Europa o quer. E acho que se perguntarmos a [Erik] Ten Hag, ele também não o quer. E não tenho a certeza de que o balneário do Manchester United aceite Cristiano Ronaldo agora», finalizou.

Relacionados

Patrocinados