Lula da Silva desfila perante milhares, um percurso que marca início da posse presidencial

Agência Lusa , NM
1 jan, 17:52

Organizadores estimam que pelo menos 300 mil pessoas estão em Brasília para a posse do líder progressista numa sequência de eventos que conta também com um festival de música além dos ritos tradicionais da posse presidencial

O Presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, iniciou este domingo em Brasília cerca das 14:30 locais (17:30 em LiIsboa) o desfile da tomada de posse num carro descapotável ao lado da primeira-dama, Rosângela Silva, assinalando o início formal das cerimónias..

Visivelmente sorridente e acenando muito aos apoiantes que acompanham a passagem do carro, um Rolls-Royce que serve a Presidência da República desde 1952 e é tradicionalmente usado nestas cerimónias, Lula da Silva seguiu em direção ao Congresso onde assinará o termo de posse e se tornará formalmente o 39.º Presidente da República Federativa do Brasil.

O vice-presidente, Geraldo Alckmin e a sua mulher, Maria Lúcia Guimarães Ribeiro Alckmin, estão no mesmo carro que o Presidente, protegidos por duas filas de seguranças, que fazem o percurso a pé.

Depois da posse e de um discurso no Congresso, o novo Presidente do Brasil seguirá para o Palácio do Planalto, devendo subir a rampa e discursar no Parlatório que fica em frente à Praça dos Três Poderes para um público de 40 mil pessoas, o número máximo autorizado pela segurança.

Na sua passagem de automóvel, os apoiantes gritaram palavras de apoio e aplaudiram o antigo líder sindical que inicia este domingo o seu terceiro mandato presidencial, após uma eleição polarizada.

Depois de falar ao público, Lula da Silva desloca-se ao Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, para acolher uma receção fechada ao público com vários convidados de mais de 65 delegações estrangeiras, entre os quais chefes de Estado, vice-presidentes, chefes da diplomacia, enviados especiais e representantes de organismos internacionais.

Marcelo, Gomes Cravinho e Sócrates na tomada de posse de Lula

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, e o antigo primeiro-ministro e amigo pessoal de Lula da Silva, José Sócrates, marcarão presença nas celebrações.

Também os presidentes de Angola, João Lourenço; de Timor-Leste, José Ramos-Horta; de Cabo Verde, José Maria Neves; da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, e o secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Zacarias da Costa, deverão marcar presença.

Lula da Silva (Partido dos Trabalhadores) é o primeiro chefe de Estado a ter três mandatos na história recente do Brasil. Candidato seis vezes à Presidência da República do Brasil, foi o primeiro líder operário a chegar ao posto mais importante do comando político do país.

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados