Saiba tudo sobre o Euro aqui

Na primeira saída com Montenegro, Marcelo fala em "estilos diferentes" em comparação com Costa

Agência Lusa
11 jun, 18:19

Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro têm previstos encontros com representantes da comunidade portuguesa em Zurique

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que iniciou esta terça-feira, na Suíça, a primeira deslocação conjunta com o primeiro-ministro, Luís Montenegro, depois de mais de oito anos de convivência com António Costa, comentou que ambos têm “estilos diferentes”.

“São dois estilos diferentes, os dois muito bons, muito comunicativos e muito extrovertidos”, afirmou, quando questionado, em Genebra, sobre o facto de estar agora a celebrar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas com um novo chefe de Governo.

Falando à saída do primeiro evento das comemorações na Suíça - um encontro com alunos do ensino de português numa escola secundária de Genebra, que tiveram oportunidade de colocar questões a Marcelo e a Montenegro -, o Presidente comentou que “não era muito habitual um debate com jovens”, que considerou “muito, muito interessante, em circunstâncias diversas”.

“Noutros casos era mais encontros com a comunidade, festas portuguesas e tal. Aqui foi mais escola e, portanto, nesse sentido, houve aqui, na preparação, um bocadinho a preocupação com o ensino do português, que é uma grande preocupação, e o futuro destes jovens”, disse.

Depois de, na sessão de perguntas e respostas, lhe ter sido perguntado quais as suas virtudes e defeitos, Marcelo, ao ser questionado pelos jornalistas sobre se já pode apontar as virtudes e defeitos do novo primeiro-ministro, escusou-se a comentar, lembrando que já não o fazia em relação ao anterior, António Costa.

Ainda esta terça-feira ao final da tarde, Marcelo e Montenegro têm um encontro com a comunidade portuguesa em Genebra, que culminará com um concerto da fadista Cuca Roseta.

Na quarta-feira, as celebrações terão lugar em Zurique, mas só depois de uma ‘escala’ na capital, Berna, para um encontro e almoço com a Presidente da Confederação Suíça, Viola Amherd.

Em Zurique, Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro têm previstos encontros com representantes da comunidade portuguesa e com a própria comunidade, este último também finalizado com um momento musical, um concerto de música clássica por jovens músicos portugueses, que encerrarão o programa da dupla comemoração na Suíça.

A Suíça, que acolhe a segunda maior comunidade de emigrantes portugueses no mundo, é o sétimo país estrangeiro a acolher a celebração, após França (2016), Brasil (2017), Estados Unidos (2018), Cabo Verde (2019), Reino Unido (2022) e África do Sul (2023), sendo que em 2020 e 2021 só houve cerimónias em Portugal devido à pandemia da covid-19.

Política

Mais Política

Patrocinados