«Diego Moreira evoluiu muito, já não é só drible para a frente e para trás»

30 abr, 09:15
Luís Castro

Entrevista com Luís Castro, que foi campeão da Youth League com o Benfica - Parte II

Luís Castro levou duas equipas do Benfica à final da Youth Leeague e foi determinante na formação de uma geração de ouro de jovens encarnados. Por isso, em entrevista ao Maisfutebol, fala dos miúdos que conhece como praticamente ninguém. Antes de mais de Diego Moreira, o extremo de 17 anos que encanta pela qualidade, mas que Luís Castro diz que evoluiu muito, que apresenta excelentes números e que é um animal defensivo.

Pelo caminho garante que Gonçalo Ramos e Henrique Araújo podem jogar juntos, como já fizeram na Youth League e com grande sucesso, até porque têm qualidades complementares. Fala do guarda-redes André Gomes, que considera por vezes até demasiado exigente com ele próprio, e sublinha que Tomás Araújo e António Silva eram nó só a melhor dupla de centrais, mas também os dois melhores centrais individualmente da Youth League.

Parte I - «Comecei no infantis do Vizela e tenho um orgulho tremendo no meu percurso»
Parte III - «Roger Schmidt vai apostar em alguns da formação e é importante que esses se afirmem»

Jogou há dois anos com o Gonçalo Ramos e o Henrique Araújo na frente. Eles encaixam bem?

Encaixam. Costumo dizer que difícil é encaixar jogadores maus. Quando os jogadores são muito bons, encontram sempre uma forma de se encaixarem e fazer as coisas funcionar. Esses dois encaixam perfeitamente, eles jogaram juntos na Youth League e vencemos vários jogos com os dois a jogar na frente. São jogadores diferentes, com características diferentes e penso que podem perfeitamente jogar juntos.

Sempre com o Gonçalo no apoio ao Henrique?

Para mim, sim, sempre com o Gonçalo no apoio ao Henrique. Até porque o Henrique tem mais características da área e o Gonçalo é muito inteligente a aproveitar esses espaços vindo de trás. O Gonçalo se estiver a dez quilómetros da área é menino para ainda chegar lá a tempo. Não pára de correr. O Henrique é um jogador com uma inteligência e uma perceção de espaços na linha defensiva adversária muito grande e o Gonçalo é um jogador que pode ajudar a defender, pode aparecer como terceiro médio, pode aparecer como segundo ponta. Eu, Luís Castro, com o Gonçalo no apoio ao Henrique. Mas o futebol é bonito porque não pensamos todos igual. Pode aparecer um treinador que põe o Henrique não apoio ao Gonçalo, aquilo funciona e eu fico feliz.

O Diego Moreira está preparado para o plantel principal ou aos 17 anos ainda é cedo?

A idade não é problema. Importante é a maturidade. Há jogadores que aos 16 anos podem estar prontos. O Diego Moreira é um jogador muito, muito, muito interessante. Tem características únicas e tem que evoluir mais um pouco. Se será no plantel principal ou noutra equipa do Benfica para depois subir mais tarde, isso não será uma decisão minha. Mas ele já melhorou muito. O Diego evoluiu muito e se olharmos para a Youth League percebemos que é um jogador muito mais objetivo, com muito melhores números. Continua com um futebol de rua, mas é um futebol de rua que está cada vez mais produtivo. Não só aquele drible para a frente, para trás jogo e depois abanar as tranças. Ele está a conseguir conciliar o espetáculo, porque ele traz espetáculo ao jogo, com números. E tem uma característica muito particular, que não é normal num jogador com o virtuosismo dele, que é a componente defensiva. É um animal defensivo e não vejo muitos alas a nível mundial com o compromisso defensivo do Diego Moreira.

Há uma grande expetativa em relação ao André Gomes, que muita gente diz ser um dos melhores projetos de guarda-redes dos últimos anos em Portugal. Qual é a sua opinião?

Acho que tem muita qualidade. Também tem que melhorar um ou outro aspeto e ele sabe ele disso. O André é muito exigente com ele mesmo, o que é positivo, mas se for em excesso poderá não ser positivo. Mas é sem dúvida nenhuma um guarda-redes com muita qualidade. Acho que não o Benfica tinha dois guarda-redes, na idade de cada um deles, de top Mundial. O Samuel Soares tem mais dois anos do que o André e na idade dele o único guarda redes com potencial semelhante é o do Dínamos Kies. Na idade do André Gomes nem vejo nenhum semelhante, honestamente.

E também tem os dois melhores centrais da Youth League, não é?

Disso não tenho a menor dúvida. Tinha a convicção até à final-four que nós tínhamos a melhor dupla de centrais. Havia outras equipas com centrais muito bons, mas a melhor dupla era a nossa. Após a final four, não tenho dúvidas nenhumas que tínhamos a melhor dupla, claro, mas também os dois melhores centrais individualmente.

Quantos destes jogadores gostava de ver no plantel principal nos próximos dois anos?

Todos. Aí era o melhor troféu da minha vida. Mas isto não é por gostos, tem de haver ponderação e planificação. Eu acho que no próximo ano alguns vão estar. É importante que esses se afirmem. Não só por eles, mas também pelos outros, para as pessoas perceberem que afinal existe qualidade e abrirem portas para outros. Se estes primeiros que forem agora derem conta do recado, acredito que temos hipóteses ter muitos num futuro próximo.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados