Residentes de Los Angeles acusam filmes de "Velocidade Furiosa" de promoverem corridas de rua perigosas

CNN Portugal , FMC
25 ago, 22:43
Vin Diesel, Velocidade Furiosa (Fotos: Universal Pictures/DR)

Os moradores do bairro Angelino Heights e organizações que promovem a segurança rodoviária marcaram um protesto para o dia em que estão agendadas as filmagens no subúrbio

Os residentes do bairro de Angelino Heights, um dos mais antigos da cidade de Los Angeles (LA), estão revoltados com a notícia de que o novo filme da saga "Velocidade Furiosa" vai voltar às suas ruas.  

Esta não é a primeira vez que o bairro, já conhecido pelas suas aparições no grande ecrã e até em vídeos de músicas, é palco para a rodagem dos conhecidos filmes de ação. Desde o início da saga, em 2001, que tem sido um dos cenários escolhidos, sendo inclusive o local eleito para albergar a casa da personagem Dominic Toretto, interpretado pelo ator Vin Diesel.  

Segundo contam os moradores, mais do que atrair os curiosos para fotografias as ruas do subúrbio são também agora "destino turístico para corridas de rua", como diz Damian Kevitt, diretor e fundador da organização "Streets Are for Everyone".  

Recentemente os habitantes do bairro foram notificados de que o décimo filme da saga, intitulado "Fast X", passaria mais uma vez por Angelino Heights. Está marcado um protesto.

Além de tentar impedir que o filme usufrua das estradas e dos estabelecimentos do subúrbio, as organizações não governamentais têm pedido à NBCUniversal, detentora da produtora da saga, que assuma responsabilidade social pelos impactos que as corridas vistas no grande ecrã têm nas comunidades.  

As filmagens de "Fast X" também já atravessaram terreno português, tendo sido responsáveis pelo corte de várias estradas e por atrair centenas de admiradores.  

A famosa saga atrai milhões às bilheteiras e o novo capítulo estreia-se a 19 de maio de 2023.

Relacionados

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados