Lisboa volta a subir para o “top 5” de melhores cidades para expatriados

29 nov 2022, 09:38
Lisboa, turismo, imigração. Foto: Yunus Emre Gunaydin/Anadolu Agency via Getty Images

A qualidade de vida e a facilidade em assentar são os pontos fortes de Lisboa, segundo os estrangeiros que vêm para cá. Já a avaliação feita das perspetivas de carreira é negativa

Depois de ter caído 15 lugares no ano passado, Lisboa volta a subir para o “top 5” de melhores cidades para expatriados, no ranking elaborado pela InterNations. A capital portuguesa ocupa o 4.º lugar, ao ficar entre as melhores cidades no que diz respeito à qualidade de vida, facilidade de adaptação e finanças pessoais. Já as perspetivas de carreira são vistas pelos estrangeiros de forma negativa.

No Expat City Ranking de 2022, Lisboa subiu 14 posições para ficar então no 4.º lugar, entre as 50 cidades do globo que foram analisadas. A capital ocupa o quinto lugar em três dos cinco índices elaborados: qualidade de vida, finanças pessoais e facilidade em assentar. Em contrapartida, Lisboa situa-se entre as últimas 15 cidades no índice Working Abroad.

Cerca de 28% dos estrangeiros que vieram para a cidade consideram que a mudança para Lisboa não melhorou as perspetivas de carreira (face a 18% globalmente). Além disso, mais de um quarto dos expatriados em Lisboa sente que, com base na indústria, qualificações e função, não são pagos de forma justa pelo seu trabalho (o que compara com 20% globalmente).

Apesar disto, e graças à graças à subcategoria que avalia o trabalho e lazer, Lisboa fica no 36.º lugar neste índice específico do trabalho. Cidades que se destacam neste campo são Copenhaga, que lidera neste indicador, Dublin, Nova Iorque e Dubai.

O Dubai acabou mesmo por integrar o pódio do ranking geral, que é encabeçado por Valência. Após a cidade dos Emirados, o “top 3” fecha-se com a Cidade do México. Enquanto Valência e Cidade do México se destacam nos indicadores das finanças pessoais, o Dubai e a cidade espanhola desfrutam de uma alta qualidade de vida, segundo os expatriados questionados.

Já no fim da tabela está Joanesburgo (50.º), na África do Sul, a cidade alemã de Frankfurt am Main (49.º) e a capital francesa Paris (48.º), enquanto os piores destinos em 2022 para expatriados.

Veja o “top 10” das melhores cidades para os estrangeiros que decidiram mudar de país:

  1. Valência
  2. Dubai
  3. Cidade do México
  4. Lisboa
  5. Madrid
  6. Bangkok
  7. Basileia
  8. Melbourne
  9. Abu Dhabi
  10. Singapura

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados