Carlos Moedas aumenta devolução do IRS para lisboetas

CNN Portugal , MJC
20 dez 2021, 16:03
Congresso PSD (Estela Silva/LUSA)

Câmara de Lisboa aprovou aumento da devolução do IRS de 2,5% para 3%. O objetivo é chegar aos 5% até ao final do mandato

Em 2022, a Câmara de Lisboa vai devolver 3% do IRS aos munícipes, em vez dos atuais 2,5%. A proposta foi aprovada esta segunda-feira e divulgada pelo presidente da autarquia num vídeo publicado nas redes sociais. 

Para Carlos Moedas este aumento é importante, antes de mais, porque "estamos todos muito cansados de pagar impostos. Portugal é um dos países com maior carga fiscal da Europa" e, portanto, "temos de devolver  às pessoas o que é delas".

Além disso, diz Moedas, "Lisboa tem de concorrer com muitas cidades do mundo e, por isso, tem de ser competitiva".

Finalmente, o presidente da câmara considera que esta é uma forma de a capital se preparar para a renovação económica que irá acontecer assim que a pandemia der lugar à endemia de covid-19.

Moedas considera que este é um dia importante no "caminho de progressividade na redução dos impostos" e é importante dar "estes sinais políticas" num ano que "tem sido tão difícil para os lisboetas e para os portugueses".

O objectivo do presidente da câmara é, tal como prometeu na campanha eleitoral, terminar o mandato com uma devolução de 5% de IRS, o máximo permitido por lei.

Política

Mais Política

Patrocinados