Pacheco: «Não conseguimos o que queríamos frente ao FC Porto»

19 ago, 13:42
Álvaro Pacheco no Vizela-FC Porto

Vizela desloca-se a Chaves na 3.ª jornada da Liga 2022/23

O Vizela desloca-se a Chaves para defrontar o Desportivo local a partir das 18h00 de sábado no Estádio Municipal Engenheiro Branco Teixeira, em encontro referente à 3.ª jornada da Liga 2022/23.

«Espero um grande jogo. (…) Nestes dois jogos, [o Desportivo de Chaves] teve um caudal ofensivo muito forte. É uma equipa que gosta de assumir o jogo, muito bem orientada, que domina muito bem os quatro momentos do jogo. Se quisermos conquistar pontos, temos de estar ao nosso nível, com foco, para este jogo de grau de dificuldade elevadíssimo», diz Álvaro Pacheco.

O treinador do Vizela espera uma boa resposta da sua equipa, como tem acontecido até ao momento: «Quando acreditamos nas nossas ideias e lutamos por aquilo em que acreditamos, as coisas estão mais perto de acontecer. Não conseguimos o que queríamos frente ao FC Porto. Jogar contra o Porto dá sempre motivação, mas o ‘ser vizelense’ implica que estejamos motivados em todos os jogos.»

«O [Raphael] Guzzo tem um talento fantástico. Percebe muito bem o jogo e antecipa bem as jogadas. Sente-se tranquilo com bola e está perfeitamente identificado com o nosso posicionamento. Passámo-lo para médio defensivo, porque tem muitas mais vezes bola. E sem bola é um jogador inteligente a fechar os espaços e a perceber o jogo», elogia Álvaro Pacheco, antevendo a chegada de mais um ponta-de-lança: «Não tenho dúvidas de que vai chegar mais um elemento para a posição. Espero que ele [Milutin Osmajic] perceba rapidamente as nossas dinâmicas para a equipa tirar dele o máximo das suas capacidades. Quando ele perceber o nosso jogo, espero que venha ajudar para sermos mais fortes.»

 

Patrocinados