Tempo útil de jogo: Sp. Braga-Sporting e FC Porto-Marítimo na cauda

9 ago, 16:24
Sikou Niakaté e Marcus Edwards no Sp. Braga-Sporting

Santa Clara-Casa Pia e Portimonense-Boavista foram os jogos com mais tempo útil de jogo na ronda inaugural da Liga

O Santa Clara-Casa Pia e o Portimonense-Boavista foram os jogos com mais tempo útil de jogo da ronda 1 da Liga.

O Portimonense-Boavista foi único que superou a hora de tempo útil (60:04 minutos), mas o Santa Clara-Casa Pia (59:56) superou o duelo no Algarve na percentagem de tempo útil: 61 face a 60 por cento.

No plano oposto, o Sp. Braga-Sporting, jogo de maior cartaz da jornada inaugural da Liga, foi o encontro que teve menos percentagem de tempo útil de jogo.

O duelo no Minho foi, a par do FC Porto-Marítimo, o que teve mais golos (6) e o terceiro com mais faltas, atrás do Gil Vicente-Paços de Ferreira (36) e do Rio Ave-Vizela, com 35.

Se o Sp. Braga-Sporting foi o jogo em que se jogou menos face ao tempo total de jogo, o FC Porto-Marítimo foi o que teve menos minutos de tempo útil 50:37 minutos, mas 51 por cento: em Braga, onde foram conferidos mais minutos de tempo de compensação, jogaram-se 51:35 minutos.

Tempo útil e percentagem dos jogos da 1.ª jornada da Liga:

Santa Clara-Casa Pia, 61 por cento (59:56 minutos)

Portimonense-Boavista, 60 por cento (60:04)

Benfica-Arouca, 58 por cento (59:34)

Rio Ave-Vizela, 57 por cento (57:01)

Gil Vicente-Paços de Ferreira, 57 por cento (55:24)

Estoril-Famalicão, 54 por cento (54:37)

FC Porto-Marítimo, 51 por cento (50:37)

Desp. Chaves-V. Guimarães 50 por cento (51:57)

Sp. Braga-Sporting, 50 por cento (51:35)

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados