João Mário: «Na segunda parte o Sp. Braga deu passos à frente»

22 jan, 23:53

Adjunto de Carlos Carvalhal em conferência de imprensa depois da vitória em Alvalade

João Mário, adjunto de Carlos Carvalhal, em conferência de imprensa, depois da vitória sobre o Sporting (2-1), no Estádio de Alvalade, em jogo da 19.ª jornada da Liga:

- É um jogo com duas partes destintas. Na primeira parte, o Sporting, como grande equipa ofensiva que é obrigou-nos a recuar e marcou um grande golo. Soubemos sofrer. Depois na segunda parte aparece um Sp. Braga que dá passos à frente, consegue equilibrar o jogo e consegue ir atrás do resultado, correndo riscos, mas por mérito deste grupo de trabalho conseguiu a vitória. Foi uma grande vitória do Sp.  Braga.

[É uma vitória que dá uma força extra?]

- Penso que sim, ganhar em casa do campeão nacional, ainda para mais depois de termos começado a perder, claro que isto nos vai ajudar no futuro, vai-nos deixar mais motivados. É importante falar nos jovens do Braga. O Sp. Braga está em transformação, tem muitos jovens no plantel principal que estão a perceber o que é o Braga que joga em qualquer campo para ganhar. São miúdos que já vêm preparados, muito competitivos. Todos juntos vamos fazer de certeza uma grande segunda volta. Depois da derrota com o Marítimo, percebemos que íamos rapidamente dar a volta. Eles trabalham todas as semanas com uma ambição incrível. Hoje mostrámos a nossa qualidade, a nossa ambição, fomos uma grande equipa.

[No final do jogo entraram dois jovens de 18 e 19 anos]

- Temos uma estrutura definida, todos conhecem o sistema. Trabalhamos nesse sistema, o nosso jogo foi passado para eles. A experiência tanto se tem aos trinta como aos vinte, eles vão adquirindo isso. Os miúdos estão integrados e estão num clube em que sentem que têm de se esforçar todos os dias.

[O Sp. Braga foi goleado na Luz e agora ganhou em Alvalade. O que mudou?]

- No futebol às vezes não há explicação. No Benfica preparámos uma estratégia que não resultou. Lutámos tanto na Luz, como lutámos agora, são jogos em que nós, treinadores, temos de pensar como é que ganhámos ou como é que perdemos. Depois da derrota na Luz trabalhámos em cima disso. A grande arma do treinador é o treino e depois passar o que fazemos no treino para os jogos.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados