Amorim e o jogo da Taça com o FC Porto: «Estamos a voltar às raízes»

Nuno Travassos , Estádio José Alvalade, Lisboa
18 abr, 00:10

Treinador do Sporting quer virar a eliminatória e diz que a equipa já fez coisas mais difíceis

Ruben Amorim, treinador do Sporting, analisa a derrota caseira com o Benfica, para a 30.ª jornada da Liga:

[sobre o duelo de quinta-feira com o FC Porto, da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal] «É uma competição diferente. Amanhá já estamos noutra. Não há maior motivação do que estar nas meias-finais da Taça. Vamos defrontar uma equipa que está prestes a ser campeã e que está em vantagem na eliminatória. Estamos a voltar às raízes, e se já fizemos coisas mais difíceis, vamos encarar o jogo nesse sentido, pois somos equipa para dar a volta à eliminatória.»

[o que a equipa precisa melhorar para o jogo da Taça] «Precisa ser melhor nos momentos-chave, a atacar e a defender. Atrás da linha da bola não demos qualquer hipótese ao Benfica de construir. Temos de melhorar as transições. E esperar um dia mais inspirado. Benfica e FC Porto são equipas diferentes, pelo que o jogo tem de ser preparado de forma diferente, e há que dar alguma naturalidade ao momento.»

[começou a pensar na Taça, a dada altura?] «Se estamos a lutar por manter vivo o campeonato. Só queria saber do campeonato. A Taça nem entrou na minha cabeça. A partir de um certo momento nem pensava em marcar um golo, mas sim dois. Queríamos estar a lutar pelo título. Não está matematicamente fechado, mas temos de ter noção das coisas. Não pensei na Taça de Portugal. Só quando acabou o jogo.»

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados