Sporting-Arouca, 2-0 (destaques)

Ricardo Gouveia , Estádio de Alvalade
5 mar, 22:34

Slimani em dose dupla

Figura: Sli, Sli, Slimani

Estreou-se a marcar na ronda anterior e esta noite marcou a dobrar, logo a abrir a segunda parte. Desta vez foi titular, sem a companhia de Paulinho e esteve sempre em evidência. Na primeira parte ganhou uma bola que permitiu a Pablo Sarabia marcar, num lance que acabou por ser anulado por dez centímetros. Logo a abrir a segunda, marcou os tais dois golos, à ponta de lança. O primeiro com uma cabeçada na área, na sequência de um canto de Porro. O segundo a empurrar uma bola cruzada por Nuno Santos da esquerda. Depois contou com várias oportunidades para chegar ao hat-trick, com destaque para um desvio que passou a rasar o poste.

Momento: o primeiro golo de Slimani

Depois de uma primeira parte sem golos, Ruben Amorim fez três alterações ao intervalo e os leões chegaram ao golo na primeira oportunidade. Canto de Pedro Porro da direita e cabeçada certeira do argelino. Tudo ficou mais fácil para o Sporting a partir daqui.

Outros destaques:

Dário Essugo

Aos 16 anos, a poucos dias de festejar os 17, o médio tornou-se no mais jovem jogador do Sporting a ser titular num jogo da Liga, batendo a marca que era detida por Luís Figo desde 1990. Já tinha jogado na Liga a época passada e, já esta época, também se estrou na Liga dos Campeões, mas desta vez começou de início, para gáudio dos adeptos que o aplaudiram em praticamente em todos os lances em que participou. E foram muitos porque Essugo esteve muito em jogo, quer na circulação da bola, quer na recuperação, com destaque para um lance que quase permitiu a Nuno Santos abrir o marcador. Viu um amarelo na primeira parte e terá sido por isso que saiu ao intervalo.

Pedro Porro

Se o Sporting mudou na segunda parte, boa parte foi pela entrada deste lateral espanhol. Logo a abrir marcou o pontapé de canto que permitiu a Slimani desbloquear o marcador. Depois porque o fluxo ofensivo no corredor direito subiu a olhos vistos em comparação com o que Ricardo Esgaio tinha feito.

Paulinho

Pouco depois de entrar teve uma oportunidade soberana para marcar, mas a bola bateu na trave e subiu para as nuvens. O avançado, já com uma mão cheia de golos falhados esta época, colocou as mãos nas ancas, olhou para o céu e sorriu. A verdade é que o Sporting melhorou com a entrada de Paulinho que está na origem do segundo golo de Slimani com uma abertura para Nuno Santos cruzar.

Sarabia

Primeira parte ingrata para o avançado espanhol que viu um golo anulado por dez centímetros. Uma primeira parte pouco impressionante dos leões, em que o espanhol foi sempre o mais clarividente no ataque.

David Simão

O Arouca mudou desde a chegada de David Simão e isso foi bem evidente esta noite. Quase todo o jogo ofensivo passa pelos seus pés, quer na organização, quer na procura da profundidade.

Adán

Foi chamado a intervir poucas vezes, mas é dele a defesa da noite. Ainda com o resultado em branco, na sequência de um livre de David Simão, André Silva desviou na pequena área e o experiente guarda-redes espanhol defendeu uma estirada impressionante. Há defesas que também valem pontos.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados