Luís Freire: «Estamos frustrados por não conseguir os três pontos»

Nuno Dantas , Estádio Cidade de Barcelos
12 nov 2023, 18:31
Rio Ave-Farense (MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA)

Treinador do Rio Ave diz que foi «um jogo de mão cheia» dos seus jogadores

Luís Freire, treinador do Rio Ave, na sala de imprensa, após igualdade (1-1) frente ao Gil Vicente:

«Vínhamos com a intenção clara de ganhar o jogo. Na primeira parte tivemos algo receosos na construção e na circulação de bola, principalmente pelo lado direito. Conseguimos defender bem, não me lembro de nenhuma oportunidade do Gil Vicente e nós tivemos várias na primeira parte. A espaços conseguimos colocar o nosso jogo em prática, mas defendemos mais baixo do que queríamos. O Gil Vicente com mais posse e nós com mais oportunidades.

Ao intervalo disse que tínhamos de ter mais coragem para ganhar o jogo, tínhamos de subir linhas e ser mais fortes. A equipa entrou determinada, a pressionar, a anular o jogo ofensivo do Gil Vicente, fizemos o 1-0, justo, tivemos as melhores oportunidades para fazer o 2-0, e quando o Gil Vicente não estava a criar nada, acabou por marcar. Grande golo individual do Miguel e aí o jogo abriu, ficou mais partido.

Houve oportunidades para os dois lados, nós podíamos ter marcado pelo Guga ou pelo Hernâni e o Gil Vicente teve aquela oportunidade com uma grande defesa do Jhonatan. Tivemos muitos lances para fazer golo, rematamos mais vezes que o adversário, tivemos muita personalidade e estamos frustrados por não conseguir os três pontos.

Fizemos quatro nestes últimos dois jogos, se fizéssemos seis era justo.  Foi um jogo de mão cheia dos meus jogadores. A equipa está a retomar o caminho certo. O que conseguimos hoje vai ser gasóleo para o próximo jogo com o Estrela da Amadora».

Relacionados

Patrocinados