Sporting-Sp. Braga, 1-2 (destaques)

22 jan, 23:17
Sporting-Sp. Braga (ANTONIO COTRIM/LUSA)

Pote aqueceu, Gorby gelou

Momento: balde de água fria de Gorby

Jogava-se já o último minuto dos oito de compensação quando Gonçalo Inácio colocou a bola nos pés de Gorny. O avançado não se fez rogado, fez uma simulação e atirou rasteiro, fazendo a bola entrar bem junto ao poste, sem hipóteses para Adán. Um verdadeiro balde de água fria para os leões que vinham numa sequência de 35 jogos sem derrotas em Alvalade.

Figura: classe de Pote

Um grande golo e mais um par de oportunidades flagrantes. O jogo fica definitivamente marcado pelo primeiro golo, numa altura em que o Sporting estava com dificuldades em entrar na área, Pedro Gonçalves desbloqueou o jogo com a ajuda de Matheus Nunes. Grande passe do luso-brasileiro a picar a bola sobre a defesa minhota, com Pote a fugir à marcação, a receber com o pé direito e a rematar com o esquerdo por entre as pernas de Matheus. Um momento para o jovem médio guardar no currículo, não fosse o resultado final. Pedro Gonçalves teve ainda nova oportunidade soberana para marcar, a passe de Sarabia, picando a bola sobre Matheus, mas desta vez passou ao lado.

Outros destaques:

Gonçalo Inácio

Noite desastrada do jovem central que cometeu muitos eros na tentativa do Sporting sair a jogar. Pressionando por adversários, o jovem treme e cometeu erros atrás de erros. Foi com um atraso curto resultou no livre direto dentro da área do Sporting e, depois, já em tempo de compensação, colocou a bola nos pés de Gorby, no lance que acabou com a reviravolta no marcador.

Matheus Nunes

O banco no jogo com o Vizela fez-lhe bem, pelo menos a julgar pela primeira parte. Entrou muito bem no jogo e fez a assistência fenomenal para o golo de Pote. Esteve bem dentro da dinâmica que os leões conseguiram criar na primeira parte, mas depois quebrou na segunda.

Abel Ruiz

Foi com a entrada do espanhol ao intervalo que o Sp. Braga mudou definitivamente o jogo. Vitinha é um avançado mais posicional e Ruiz vai trazer a mobilidade que os minhotos precisavam para destabilizar a consistência defensiva dos leões. Esteve muito perto de marcar logo a seguir ao penálti de Galeno.

Galeno

Foi o melhor jogador do Braga na primeira parte e foi determinante no empate. Arrancou a grande penalidade sobre Matheus Reis e depois converteu com classe a grande penalidade. Saiu exausto pelo muito que correu na primeira parte.

Gorby

Entrou no jogo a dois minutos dos noventa, mas deixou a sua marca bem vincada na ficha do jogo ao marcar o golo da reviravolta. É verdade que recebeu um brinde de Gonçalo Inácio, mas depois o mérito do golo é todo seu. Ajeitou a bola, simulou um passe e atirou rasteiro, fazendo a bola entrar bem junto ao poste, sem hipóteses para Adán.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados