Petit: «Tínhamos sete meninos no banco, é este o nosso espírito»

7 ago, 23:05
Petit e Paulo Sérgio no Portimonense-Boavista

Treinador do Boavista fala em «vitória muito importante» em Portimão, salienta jovens que chamou e o trabalho de pré-época com os reforços que não puderam estar presentes

Declarações do treinador do Boavista, Petit, à SportTV, após a vitória por 1-0 ante o Portimonense, em jogo da primeira jornada da I Liga:

«Foi uma vitória à Boavista, com os nossos adeptos, parabéns a eles pela imensa presença. Jogo difícil, contra um adversário difícil, na sua casa, com processos bem definidos e difíceis de anular, mas foi um jogo equilibrado, com oportunidades para ambos os lados. O Portimonense teve mais bola, mais remates fora da área, mas nós fizemos o primeiro [golo], podíamos ter feito o segundo, tivemos oportunidades. Não conseguimos fazer o segundo golo e, depois, tivemos de saber sofrer, aguentar. É natural que no primeiro jogo os jogadores ainda não estejam no seu melhor, mas acho que foi uma vitória muito importante, a entrar bem no campeonato.»

«Ressalvar o que tínhamos no banco: sete meninos que no ano passado estavam a jogar na segunda nacional de juniores e hoje estavam presentes. É este o nosso espírito, olhamos para a qualidade dos jogadores e para o que têm de crescer. Aqueles que ficaram também queriam estar connosco, também foram importantes estas cinco semanas de trabalho com eles, para ter esta vitória e dedicar-lhes.»

[Se está satisfeito com quem jogou, apesar de não poder utilizar reforços:] «Eu nunca procurei lamentar-me das ausências. Ausências de uns, oportunidades de outros. Esta é uma equipa-base da época passada, claro que os treinadores gostam de ter sempre todos os jogadores, mas é a oportunidade destes jovens sentirem o que é a I Liga e dar estes primeiros passos, jogando e entrando, como o Dabo.»

Relacionados

Patrocinados