Portugal
Finalizado
2 - 1
Chéquia

Rui Borges: «Próximo passo é seguir o meu caminho e não perder os meus ideais»

Bruno José Ferreira , Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas
18 mai, 20:42
Moreirense-Rio Ave (MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA)

Moreirense-Estoril, 2-1 (reportagem)

Declarações de Rui Borges, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o triunfo (2-1) frente ao Estoril:

[Sentimento pelo final da época. Acaba em grande?] «Em grande, era acabar a não sofrer golos, mas conseguimos o objetivo principal dos 55 pontos. Fizemos menos três do que na primeira volta. Não há palavras para descrever o grupo. Este é um grupo fantástico. Cheguei à Liga neste ano. Quem gosta do clube não se esquecerá de nós. Ao longo da vida, o que me guia é marcarmos as pessoas com quem trabalhamos no dia a dia. Espero que falem de mim como bom treinador, mas também pelo que somos como seres humanos. Que as pessoas mais próximas se orgulhem de mim».

[Jogo] «Foi uma grande vitória. Fomos felizes. O Franco apanhou o pico da bola e fez mais um grande golo. A equipa merecia a vitória. Jogámos contra uma equipa bem posicionada com um jogo. Acredito que o empate seria justo, não conseguimos ter tanta bola, andámos mais vezes em transição, mas o discernimento não era o mesmo dos outros jogos. Ainda assim, a equipa queria muito os 55 pontos. Fomos equilibrados em todos os momentos e não fugimos a isso».

[Próximo passo] «O próximo passo é seguir o meu caminho e não perder os meus ideais. Continuar a acreditar no nosso trabalho, a conquistar objetivos individuais e coletivos. Sem atropelar ninguém, temos vindo a subir patamares. Faz parte que haja cada vez mais exigência sobre nós, sobre os jogadores. Não podemos estar felizes com o que fazemos ou conquistamos. Em alguns momentos vai haver desvios, mas estamos preparados para, quando as coisas não correrem bem, serem os mesmos.

«Senti me feliz e realizado. Deixo uma palavra ao nosso presidente, Vítor Magalhães, pela oportunidade que me deu, pela capacidade e coragem em me dar essa oportunidade, num momento em que estava a tirar o curso, podia condicionar. Tenho uma gratidão enorme pelo clube, independentemente do que aconteça no futuro».

Patrocinados