Sérgio Conceição: «Era preciso menos toques na bola»

Bruno José Ferreira , Estádio Municipal de Braga
25 abr 2022, 21:05

Sp. Braga-FC Porto, 1-0 (reportagem)

Declarações de Sérgio Conceição, treinador  do FC Porto, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após a derrota (1-0) frente ao Sp. Braga:

«Entrámos bem, criámos situações em que podíamos ter marcado, tivemos alguma lentidão na circulação, faltou agressividade com bola e sem bola, nas variações. Mesmo com pouco espaço, podíamos e devíamos ter explorado alguma fragilidade da linha defensiva do Braga. Mesmo assim, tivemos mais situações no meio campo ofensivo, um ou outro erro individual permitiu ao Braga criar situações. Na segunda parte criámos uma situação e depois houve golo do Braga e a partir daí fomos pouco esclarecidos, falta de eficácia na finalização. Não merecíamos sair daqui com esta derrota».

«Por vezes é necessário um ritmo mais elevado para desmontar uma boa prestação defensiva do adversário, que quis limitar muito o nosso jogo interior e nós não conseguimos encontrar o espaço. Por vezes damos muitos toques na bola, era preciso menos toques na bola, variações diretas. Faltou-nos algumas coisas no processo ofensivo. Mas, aquilo que fizemos era suficiente para não sair daqui com uma derrota.

«Naquilo que foi o jogo jogado acho que foi um jogo competitivo. Quando há um jogo que pode decidir o título temos de ter os melhores, VAR e arbitragem, este mesmo árbitro o ano passado, em Moreira de Cónegos, teve uma má atuação. É preciso árbitros de qualidade, com personalidade. Este senhor teve azar connosco».

[Falou em situações armadilhadas na flash] «Não vamos ser hipócritas, há rótulos constantes aos jogadores do POrto, ‘bitaitadas’ durante a semana. Depois vê-se situações escandalosas na área que não são assinaladas. Entrar a ganhar em Braga, frente a uma adversário a jogar no nosso erro, na bola parada, é muito diferente».

Relacionados

Patrocinados