Conceição: «Quero dedicar esta vitória aos meninos que estão no IPO»

30 set, 23:48
FC Porto-Sp. Braga

Treinador do FC Porto após a goleada ao Sp. Braga

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto em declarações na zona de entrevistas rápidas da Spor TV, após o triunfo sobre o Sp. Braga, no Estádio do Dragão.

«Entrámos muitíssimo bem. Estes são os mesmos jogadores que foram criticados. Quando jogamos como equipa, percebemos a estratégia definida, as coisas ficam mais fáceis. Defrontámos um adversário fortíssimo, que estava imbatível na Liga, e que tem jogadores com muita qualidade. Isso vem dar mais brilho à nossa exibição e vitória. É um jogo, três pontos, continuamos com o objetivo bem definindo. Quando jogamos em equipa com esta coesão, é difícil ganhar ao FC Porto.»

[sobre a reação após o golo sofrido]

«Temos de salientar o que é o Sp. Braga. A forma como fomos buscar os golos para a tranquilidade depois de sofrermos o autogolo. Tivemos muitas oportunidades, mesmo antes da expulsão do Matheus.

Quero mandar um abraço forte à minha equipa técnica, nós trabalhamos muito, é gente muito dedicada e unida. E também aproveito para dedicar esta vitória aos meninos que estão na pediatria do IPO e que eu visitei esta semana. Principalmente à Joana, mas em representação de todos.»

[sobre as alterações no onze]

«Tínhamos que perceber que o Sp. Braga, a forma como se apresentava na sua dinâmica ofensiva, acho que foi muito importante o trabalho do Bruno Costa como terceiro médio no corredor esquerdo do Sp. Braga, onde cai o André [Horta], o Ricardo [Horta] metia-se entrelinhas e um avançado caía lá. Tínhamos de preparar bem em função de um ou outro ponto forte. Foi preparado o jogo estrategicamente dessa forma. Tínhamos de ser equipa compacta, que não permitisse espaço entrelinhas onde o Ricardo e o Irui são muito fortes. Era preciso jogar de forma coesa, também anular uma ou outra peça na construção do adversário não só na primeira fase, mas também na segunda, onde o André e o Al Musrati são muito presentes. Há jogadores que n foram muito exuberantes, não marcaram nem assistiram, mas foram muito importantes.»

[sobre Otávio]

«Está bem melhor. É uma lesão, desculpem o termo, chata e com a qual temos de ter algum cuidado e precaução. A época é longa. Todos os jogos são finais, mas temos de olhar para a saúde dos jogadores e isso está em primeiro lugar. Deu resposta positiva nos últimos dois treinos, ontem e hoje de manhã. Não foi há três ou quatro dias. Decidi metê-lo no banco para perceber a resposta que dava e apresentou melhorias fantásticas. Uma palavra também para o trabalho do nosso departamento médio que fez trabalho muito bom.»

 

Relacionados

Patrocinados