«Respeitamos o último classificado como se fosse o primeiro»

2 out, 15:37
Filipe Martins no Casa Pia-Famalicão

Filipe Martins na antevisão ao jogo com o Marítimo

O treinador do Casa Pia, Filipe Martins, pede cautela e respeito pelo Marítimo que o clube lisboeta defronta na oitava jornada da competição.

«Acho que esta paragem competitiva foi seguramente muito importante para eles [o Marítimo], vai dar para assimilar as ideias do novo treinador. No entanto, o nosso foco está sempre no que controlamos, no nosso trabalho e nos nossos comportamentos,» disse Filipe Martins, citado pela Lusa.

Filipe Martins recordou também que a sua equipa já se deparou com uma situação semelhante quando há defrontou o Paços de Ferreira que, na altura, ocupava também a última posição e assinalou que o respeito por qualquer adversário tem sempre de estar presente.

«Volto a referir que temos de respeitar todos os adversários, quer seja o último classificado neste momento, quer seja o primeiro. Porém, acho que em Paços tivemos um bom exemplo de que não há jogos fáceis neste campeonato: encarámos o na altura último classificado e foi um jogo muito complicado», destaca.

«O que irá definir serão os nossos comportamentos ofensivos, a nossa mobilidade, o nosso entendimento sobre os momentos do jogo e a própria situação de onde a bola está, de aproveitarmos as nossas faculdades. Há que também jogar com a ansiedade que, se o resultado estiver a nosso favor, irá começar a aparecer», completou o técnico dos ‘gansos’.

O Casa Pia, sexto classificado, com 14 pontos, viaja esta tarde para o Funchal, onde defrontará o lanterna-vermelha Marítimo, que ainda não pontuou, no Estádio do Marítimo pelas 20:15 horas de segunda-feira, na oitava jornada da I Liga, em jogo arbitrado por Vítor Ferreira, da associação de Braga.

Relacionados

Patrocinados