Benfica é a terceira equipa com maior média de passes no mundo

3 out, 16:58
Enzo Fernández (Benfica)

Estudo do Observatório do Futebol, para 1.226 clubes de 71 competições, coloca águias só atrás do Manchester City e do Albirex Niigata

A equipa do Benfica é a terceira com maior média de passes do mundo, de acordo com o mais recente estudo do Observatório do Futebol (CIES), publicado esta segunda-feira e que teve em análise um total de 1.226 clubes de 71 diferentes competições.

Os dados, relativos às competições nacionais da época 2022/23, até aos jogos disputados a 26 de setembro (no caso da Liga portuguesa, já não inclui, por isso, a 8.ª jornada), indicam que os comandados de Roger Schmidt fizeram, até à data em estudo, uma média de 708 passes por jogo.

O «rei» dos passes a nível mundial era até então, segundo o mesmo estudo, o Manchester City, de Inglaterra, com uma média de 754 passes. No segundo lugar surge o menos conhecido Albirex Niigata, que nesta altura disputa a II Liga do Japão, com uma média de 713 passes/jogo.

O top-10 a nível mundial fica completo, por esta ordem, da 4.ª à 10.ª posição, por PSG (França, 693), Maccabi Telavive (Israel, 682), Liverpool (Inglaterra, 675), Bayern Munique (Alemanha, 671), Kaspiy (Cazaquistão, 663), Shakhtar Donetsk (Ucrânia, 660) e Ajax (Países Baixos, 657).

Olhando à percentagem de sucesso dos passes, o Benfica era 14.º neste capítulo, tendo um aproveitamento de 88,1 por cento. Neste pódio surge o PSG com a melhor percentagem de sucesso (91,3 por cento), seguido de Manchester City (90,8) e Real Madrid (90).

A realidade por cá: Benfica B também líder na II Liga

Olhando apenas à realidade em Portugal, o Benfica é destacadamente, até aos jogos da 7.ª jornada, inclusive, a equipa com maior média de passes e maior percentagem de aproveitamento, valores já mencionados e aos quais se seguem os de Sporting e FC Porto no pódio.

A lista na I Liga (média de passes por jogo, clube e percentagens de sucesso, de passes para a frente, para trás e lateralizados):

Os leões tinham uma média de 599 passes por jogo, tendo também a segunda melhor percentagem de sucesso, com 87,5 por cento. O FC Porto, que com 526 passes por jogo tinha a terceira melhor média, era quarto na percentagem de passes bem-sucedidos (84,2), atrás do Sp. Braga (85,4) que, por seu turno, era até à data a quarta equipa com maior média de passes, 497.

No polo oposto, o Marítimo era a equipa com menor média de passes (361), sendo o Vizela, com 76,8 por cento, a equipa com percentagem de passes bem-sucedidos mais baixa.

Na II Liga, o Benfica B acompanha a equipa principal: era quem tinha até à data em estudo não só a maior média de passes (550) como a melhor relação de sucesso nestes (86,2 por cento). No final desta lista aparece o Sp. Covilhã com média de 374 passes por jogo, sendo a percentagem mais baixa de passes bem-sucedidos a do Penafiel (77,3 por cento).

A hierarquia na II Liga:

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados