Liga das Nações: Rep. Checa-Portugal, 0-4 (crónica)

24 set, 21:44

Portugal coloca o nariz na liderança

Portugal goleou neste sábado a República Checa, em Praga (0-4), na 5.ª jornada do Grupo A2 da Liga das Nações. Diogo Dalot foi a grande figura do encontro, com dois golos (33m e 52m). Bruno Fernandes também marcou, em cima do intervalo (45+2m), e Diogo Jota fechou a contagem ao minuto 82.

Com este resultado, a seleção nacional assume a liderança no grupo, com 10 pontos. A Espanha, surpreendida em casa pela Suíça (1-2), fica com oito. Dessa forma, a equipa das Quinas precisa apenas de um empate frente ao país vizinho em Braga, na próxima terça-feira, para garantir a presença na Final Four da Liga das Nações.

Diogo Dalot e Bruno Fernandes sorriram ao longo de todo o encontro, enquanto o outro jogador do Manchester United teve de esperar pela reta final para obter a sua redenção.

Cristiano Ronaldo falhou algumas oportunidades de golo, ficou a sangrar abundantemente do nariz na sequência de um choque com o guarda-redes checo e cometeu um penálti após 0-2. Porém, Patrick Schick atirou por cima da baliza de Diogo Costa. Já perto do fim, foi dele a assistência para o quarto golo português, apontado por Jota.

Vindo de uma derrota na Suíça, Portugal apresentou-se em Praga com várias alterações no onze, incluindo nas laterais. Diogo Dalot substituiu o castigado João Cancelo e Mário Rui foi o escolhido por Fernando Santos face à lesão de Raphael Guerreiro, ganhando a corrida a Nuno Mendes. Ambos teriam um papel importante no encontro.

O minuto 13 foi de azar para Cristiano Ronaldo. Num lance em que foi apanhado em posição irregular – caso contrário, poderia ser grande penalidade -, o avançado português saltou à bola, pareceu chegar primeiro e foi derrubado por Vaclik, que saiu a soco. Ronaldo ficou a sangrar com violência no nariz.

A Rep. Checa deixou algumas ameaças em lances aéreos, mas Portugal assinou uma exibição personalizada, com desempenhos de qualidade de várias unidades. A conexão à direita entre Bruno Fernandes e Bernardo Silva, por exemplo, foi simplesmente deliciosa.

Seria um lateral, porém, a desequilibrar os pratos da balança após a primeira meia-hora. Diogo Dalot iniciou a jogada com um passe para Bruno Fernandes, encaminhando-se para a área. O médio cruzou, Ronaldo não conseguiu desviar e Rafael Leão surgiu ao segundo poste, devolvendo a bola para o centro. Por lá surgiu Diogo Dalot, qual ponta-de-lança, a marcar o primeiro golo pela seleção principal (33m).

Já a caminho do intervalo, na sequência de um excelente lance coletivo, a seleção nacional ampliou a vantagem. William Carvalho abriu para Mário Rui na esquerda, Bruno Fernandes escapou ao radar da defensiva checa e apareceu na pequena área a finalizar, após belo cruzamento rasteiro do esquerdino do Nápoles.

Ainda antes do interregno da partida, Cristiano Ronaldo desceu à área de Portugal para ajudar num lance de bola parada e cometeu uma grande penalidade desnecessária, colocando a mão à frente da cara para desviar o esférico, provavelmente por temer mais um impacto na zona afetada pelo choque anterior. Chamado à cobrança, Patrik Schick rematou por alto, fazendo a bola raspar na trave antes de seguir para a bancada.

O 1-2 poderia devolver a esperança à República Checa. Sem esse estímulo, a seleção local voltou do intervalo com pouca capacidade para inverter o rumo do encontro, subjugada ao maior poderio português.

Para dissipar eventuais dúvidas, Diogo Dalot decidiu dobrar a parada e marcar o melhor golo da noite. O lateral do Manchester United incorporou-se no ataque, fintou um adversário com um belo toque de calcanhar e rematou do corredor central, com o pé esquerdo. Golaço.

Portugal passou a gerir a vantagem, Fernando Santos aproveitou o cenário para tirar os jogadores em risco de exclusão para o duelo com a Espanha, devido ao registo disciplinar, e Diogo Jota entrou para fixar o resultado final ao minuto 82. Na sequência de um canto na direita, Cristiano Ronaldo desviou de cabeça ao primeiro poste e o avançado do Liverpool finalizou ao segundo.

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados