Liga das Nações: Suíça vence no La Romareda e ajuda Portugal

24 set 2022, 21:37
A Suíça silenciou o La Romareda e ajudou Portugal

Seleção helvética venceu com golos de Akanji e Embolo. A Espanha desiludiu apenas com um golo de Jordi Alba

A Espanha perdeu com a Suíça por 2-1, em pleno Estádio La Romareda, em Saragoça, e perdeu também a posição privilegiada, que tinha antes do jogo, de líder do Grupo 2, da Liga das Nações, caindo para o segundo lugar, agora com menos dois pontos do que Portugal, antes do determinante duelo ibérico que vai definir um dos quatro semifinalistas da competição, na próxima terça-feira, em Braga.

A Espanha lutava para manter a liderança, mas a vontade da Suíça de sair do lugar de despromoção pareceu sempre mais forte. A seleção helvética entrou no jogo ao ataque, empurrando os espanhóis para a sua área até chegar à vantagem, ao minuto 21, na sequência de um canto marcado por Ricardo Vargas e uma cabeçada de Akanji, companheiro de João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva.

Os portugueses agradeciam o golo que colocava, desde logo, Portugal na liderança, e retribuíam, desde Praga, com dois golos que afundavam os checos no último lugar do grupo, permitindo aos suíços, com estes resultados, continuar na elite do futebol europeu. Um golo que confirmava a boa exibição dos suíços e o desacerto da equipa de Luis Enrique que, com Ferram Torres, Asensio e Sarabia no ataque, não conseguiu fazer um remate enquadrado com a baliza até ao intervalo.

Portugal tinha dez jogadores em risco de falhar o jogo com a Espanha, mas os espanhóis também tinham cinco que podiam falhar o duelo de Braga - Carvajal, Diego Llorente, Busquets, Rodri e Pablo Sarabia – mas Luis Enrique manteve a confiança no onze inicial e, a verdade é que a Espanha entrou melhor na segunda parte e acabou por chegar ao empate logo a abrir, aos 55 minutos, com Asensio a abrir da esquerda para o fulminante remate de Jordi Alba. Um golo muito festejado por Luis Enrique.

As bancadas do La Romareda entusiasmaram-se, mas por pouco tempo, uma vez que a Suíça recuperou a vantagem logo a seguir, aos 58, na sequência de mais um canto. Akanji, destacou-se junto ao primeiro poste e desviou a bola para os pés de Embolo que bateu Unai Simon.

A apreensão voltou a toldar a Espanha e a Suíça esteve perto do 3-1 depois de uma falha do guarda-redes espanhol que Ricardo Vargas não conseguiu aproveitar. Luis Enrique não esperou mais e mudou todo o ataque de uma assentada, lançando Nicholas Williams, Yeremi Pino e Borja Iglesias para a frente.

Nada feito, a Espanha ainda carregou na meia-hora final, mas não conseguiu encontrar falhas no queijo suíço e a melhor oportunidade até foi um mau atraso de Steffen que, por pouco, não resultou num autogolo. Já em tempo de compensação, Soler esteve perto do empate, mas Sommer, com uma boa defesa, manteve intacta a vantagem suíça.

Foi apenas a segunda derrota da Espanha diante da Suíça, sendo que a primeira tinha sido na abertura do Mundial2010, na África do Sul, em que a seleção espanhola acabou por conquistar o seu único título mundial.

Voltando às contas, com este desaire, a Espanha cai para o segundo lugar, com menos dois pontos do que Portugal e, agora, está obrigada a vencer em Braga para poder chegar à Final Four. A Suíça, por seu lado, sobe ao terceiro lugar, com 6 pontos, antes de receber a República Checa que, com apenas dois pontos, fica em zona de despromoção.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados