Há 21 anos que Portugal não estava fora da UEFA tão cedo

28 fev 2020, 00:06
Liga dos Campeões (Reuters)

Desde 1998/99 que não se via nada assim

Portugal era o país mais representado nos dezasseis-avos da Liga Europa, mas Sp. Braga, FC Porto, Sporting e Benfica não conseguiram ultrapassar esta eliminatória, pelo que as provas da UEFA ficam sem representantes lusos.

Estamos ainda em fevereiro, é bom lembrar, e há 21 anos que não se via um final tão precoce para as campanhas portuguesas nas provas europeias.

É preciso recuar até 1998/99 para encontrar algo semelhante. Na verdade foi ainda pior, já que, por altura do «reveillón», já as equipas portuguesas estavam eliminadas. 

FC Porto e Benfica foram eliminados na fase de grupos da Liga dos Campeões (em dezembro, portanto); Sporting, Marítimo e Vitória de Guimarães caíram na primeira ronda da Taça UEFA (logo em setembro) e o Sp. Braga foi afastado na segunda ronda da Taça dos Vencedores das Taças (em outubro).

Desde então houve sempre equipas portuguesas a resistir mais tempo nas provas europeias. 

Em 2016/17 não tivemos nenhum representante que chegasse à fase a eliminar da Liga Europa, mas Benfica e FC Porto estiveram nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Foram eliminados nessa ronda, a mesma que está a ser disputada neste momento, mas jogaram até março (e na principal prova europeia de clubes).

Agora ainda nem entrámos em Março, e Portugal já disse adeus à UEFA.

Se tivermos em conta a fase da prova, e não propriamente a questão temporal, então desde 1978/79 que Portugal não tinha qualquer representante nos «oitavos» de qualquer prova europeia.

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados