Chile aprova casamento entre pessoas do mesmo sexo

7 dez 2021, 17:24
Centenas participam na 30.ª marcha do Orgulho Gay em Buenos Aires
Centenas participam na 30.ª marcha do Orgulho Gay em Buenos Aires

O Chile torna-se, assim, o oitavo país da América Latina a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo

PUB

O Chile aprovou, esta terça-feira, a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, uma reivindicação de longa data da comunidade LGBT no país.

O projeto de lei foi aprovado na Câmara Baixa do Congresso com 82 votos a favor, 20 contra e duas abstenções. Horas antes, a Câmara Alta também aprovou o projeto de lei, que recebeu o voto favorável de 21 senadores e contra de oito, tendo-se registado três abstenções.

PUB

O Chile torna-se, assim, o 31.º país a autorizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, juntando-se a países como a Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Colômbia, Costa Rica, Dinamarca, Equador, Finlândia, França, Alemanha, Islândia, Irlanda, Luxemburgo, Malta, México, Países Baixos, Noruega, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan, Reino Unido, Estados Unidos da América, Uruguai e Portugal.

No mês de junho, o presidente Sebastían Piñera, conhecido pelas ser contra o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo, surpreendeu todos ao apoiar a medida, apelando para que o congresso desse prioridade à aprovação da legislação necessária para aprovar a medida.

PUB
PUB
PUB

A medida surge agora na fase final de uma conturbada corrida presidencial, onde os principais candidatos defendem posições muito distintas sobre os mais variados assuntos, incluindo o casamento homossexual. 

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados