Lego fecha as portas à Rússia e dispensa 90 funcionários em Moscovo

CNN
13 jul, 15:24
Loja da LEGO (Eric Kayne/AP)

A Lego vai fechar a sua atividade comercial na Rússia por tempo indeterminado e despedir 90 empregados sediados em Moscovo, em consequência da “extensa perturbação” atual no país, disse o fabricante de brinquedos dinamarquês na terça-feira.

A Lego rescindiu o seu contrato com a franchise Inventive Retail Group (IRG), que possuía e operava 81 lojas em nome da Lego, e outras lojas como a Nike (NKE) e a Samsung (SSNLF).

“O Grupo LEGO decidiu cessar indefinidamente as operações comerciais na Rússia, devido à interrupção prolongada no ambiente operacional”, disse um porta-voz da Lego.

Por sua vez, um porta-voz do IRG anunciou: “A nossa empresa continuará a trabalhar como especialista na categoria de concepção e desenvolvimento de brinquedos”.

No mês de março, a Lego interrompeu os carregamentos para a Rússia e afirmou em junho que estavam a suspender temporariamente algumas lojas devido a problemas de fornecimento.

Consequentemente, a versão russa da Inc. Magazine noticiou na terça-feira que a Lego estava a suspender indefinidamente as suas atividades comerciais na Rússia e a rescindir o seu contrato com a IRG.

Nas últimas semanas, algumas empresas, incluindo a Nike (NKE) e a Cisco (CSCO) anunciaram a sua saída da Rússia, à medida que o ritmo de saída das empresas ocidentais se acelera depois de a Rússia ter enviado tropas para a Ucrânia em fevereiro.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados