Piscina municipal de Almada encerrada por presença de legionella

Agência Lusa , AG
1 mar 2023, 12:31
Será a água que bebemos segura?

Autoridades estão a cumprir o protocolo de segurança

As piscinas do Complexo Municipal dos Desportos – Cidade de Almada vão estar encerradas entre 15 a 30 dias devido à deteção da bactéria legionella nas análises regulares efetuadas nas instalações, anunciou a autarquia.

Numa informação disponibilizada no seu site oficial, a Câmara Municipal de Almada, no distrito de Setúbal, explica que “está a ser cumprido todo o protocolo de segurança que se impõe nestas circunstâncias e em estreita colaboração com a autoridade de saúde pública", a quem foi já comunicado o resultado das análises efetuadas.

“Lamentamos o incómodo causado e informamos que, com o objetivo de prevenir ao máximo situações semelhantes no futuro, a Câmara Municipal de Almada está, atualmente, a proceder à aquisição de equipamentos de controlo químico e térmico das águas nas Piscinas Municipais”, adianta a autarquia.

Estes equipamentos, explica a câmara, embora não sejam obrigatórios por lei, procurarão garantir a atividade ininterrupta por parte dos utentes.

As piscinas já tinham sido encerradas em 28 de outubro pelo mesmo motivo, tendo as atividades sido retomadas em 16 de novembro.

A doença do legionário, provocada pela bactéria 'Legionella pneumophila', contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados