Grupo de hackers que atacou o Expresso e a SIC será liderado por jovem de 16 anos que terá acumulado 12,7 milhões de euros

25 mar, 10:46
Ataque informático. Ilustração: Getty Images

Polícia de Londres deteve sete pessoas do grupo, mas não confirmou se "White" foi um deles. Pai do jovem desconhecia as atividades do filho

O grupo de hackers Lapsus, responsável pelo ciberataque aos sites do Expresso e da SIC, entre outros, será liderado por um jovem de 16 anos, afirma a BBC.

De acordo com órgão estatal britânico, o adolescente, que usa os pseudónimos “White” e “Breachbase”, foi apontado por hackers rivais e especialistas como o responsável. Em resultado dos ataques feitos a diversas instituições, o jovem terá alegadamente acumulado uma fortuna de 12,7 milhões de euros.

Em relação a este caso, a Polícia da Cidade de Londres refere que deteve sete jovens pertencentes ao grupo, mas não confirmou que “White” tenha sido um deles.

“Sete pessoas, com idades entre os 16 e os 21, foram detidas no âmbito de uma investigação a um grupo de hackers. Foram todos libertados e continuam sob investigação. Os nossos inquéritos continuam a decorrer”, comunicou a força.

À BBC, o pai do hacker revela que estava preocupado com o filho e que queria que passasse menos tempo no computador.

“Nunca tinha ouvido nada sobre isto até recentemente. Ele nunca disse nada sobre hackear, mas é muito bom com computadores e passa muito tempo no computador. Sempre pensei que estivesse a jogar videojogos”, afirmou o pai.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados