Viúva de Kobe Bryant vai receber 16 milhões de euros por divulgação de fotos dos corpos

Agência Lusa , JGR
25 ago, 08:09
Última homenagem a Kobe Bryant

A decisão do júri veio um dia após o aniversário de Kobe Bryant, que completaria 44 anos

Um júri deu razão à viúva de Kobe Bryant, Vanessa Bryant, num processo contra as autoridades do condado de Los Angeles devido à divulgação de fotografias dos corpos do basquetebolista e da filha Gigi.

Vanessa Bryant vai receber uma indemnização de 16 milhões de dólares (cerca de 16 milhões de euros), enquanto Chris Chester, que perdeu a mulher e filha no mesmo acidente, receberá 15 milhões (cerca de 15 milhões de euros).

A decisão do júri, citada pela imprensa norte-americana na quarta-feira, veio um dia após o aniversário de Kobe Bryant, que completaria 44 anos.

Os advogados de Vanessa Bryant acusaram o condado de Los Angeles de divulgar fotos do acidente de helicóptero em 26 de janeiro de 2020 que matou Kobe Bryant e outras oito pessoas, incluindo a filha, Gigi, de 13 anos.

A denúncia alegou que agentes policiais e membros do corpo de bombeiros fizeram cópias e partilharam as imagens com outras pessoas em diversas ocasiões.

Durante a abertura do julgamento, o advogado de Vanessa Bryant argumentou que as fotos não foram tiradas com nenhum propósito oficial de investigação do acidente.

As imagens "foram partilhadas repetidamente com pessoas que não tinham absolutamente nenhuma razão para as receber", afirmou.

"Sinto-me devastada, magoada e traída pelos funcionários do condado que divulgaram as fotos", disse Vanessa Bryant, na semana passada, durante o julgamento.

A viúva de Kobe Bryant alegou que o direito à privacidade das vítimas foi violado e que os familiares sentiram "uma grande dor".

Durante o testemunho, Vanessa Bryant garantiu que sofre stress emocional devido "ao medo" de que ela ou os filhos encontrem "imagens horríveis dos seus entes queridos na internet" no futuro.

Por sua vez, a defesa argumentou que as fotos não aparecem na internet há mais de dois anos e meio e que, portanto, não há razão para pensar que possam voltar a surgir.

Em 2021, Vanessa Bryant chegou a um acordo financeiro com a empresa que operava o helicóptero envolvido no acidente.

Em fevereiro de 2021, os investigadores alegaram que o piloto do helicóptero estava desorientado devido ao nevoeiro e sustentaram que não seguiu o protocolo estabelecido ao voar com uma densa cobertura de nuvens.

Kobe Byrant, que chegou à NBA com 17 anos e durante 20 anos vestiu a camisola dos Los Angeles Lakers, era considerado um dos melhores jogadores de sempre da Liga de Basquetebol Norte-Americana (NBA).

Desporto

Mais Desporto

Patrocinados