Kanye West tem documentário cancelado e é dispensado por comentários antissemitas

Agência Lusa , DCT
25 out, 06:24
Kanye West

O cancelamento do documentário surge apenas alguns dias depois de a casa de moda francesa Balenciaga ter cortado a relação com Kanye West,

Um documentário sobre Kanye West - agora Ye - foi cancelado devido aos mais recentes comentários antissemitas do ‘rapper’ norte-americano, foi anunciado na segunda-feira, dia em que a agência de talentos CAA deixou de o representar.

“Não podemos apoiar nenhum conteúdo que alargue o seu palanque”, informaram os executivos do estúdio MRC Modi Wiczyk, Asif Satchu e Scott Tenley.

Kanye West havia sido recentemente impedido de publicar assuntos antissemitas no Twitter e no Instagram por violar as políticas daquelas redes sociais.

O cantor também sugeriu que a escravidão era uma escolha e disse que a vacina contra a covid-19 era a “marca da besta”.

No início de outubro, Kanye West foi criticado por usar uma camisola com a inscrição “White Lives Matter” (Vidas Brancas Importam, em tradução simples) para exibir na Paris Fashion Week.

O cancelamento do documentário surge apenas alguns dias depois de a casa de moda francesa Balenciaga ter cortado a relação com Kanye West, segundo o Women's Wear Daily.

Também o diretor-executivo da United Talent Agency (UTA), Jeremy Zimmer, condenou a atitude do ‘rapper’ e denunciou o antissemitismo.

Artes

Mais Artes

Patrocinados