Mais de metade dos jovens portugueses está insatisfeita com o próprio corpo

26 nov 2021, 16:00
Jovem
Jovem

Esta é uma das conclusões do retrato Os jovens em Portugal, hoje: quem são, que hábitos têm, o que pensam e o que sentem, que estará em debate nos dias 27 e 28 de novembro no Novo Encontro Juventudes, uma conferência organizada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos

PUB

Dos muitos fatores que podem contribuir para a felicidade ou infelicidade dos jovens portugueses, a aparência física ganha cada vez mais destaque. Mas pela negativa. Segundo os dados do retrato Os jovens em Portugal, hoje: Quem são, que hábitos têm, o que pensam e o que sentem, coordenado por Laura Sagnier e Alex Morell, 52% das jovens mulheres e 50% dos jovens homens estão pouco satisfeitos com o seu aspecto físico, um fator que reconhecem que tem um impacto direto com os níveis de felicidade e infelicidade que sentem. 

Em entrevista telefónica à CNN Portugal, Laura Sagnier diz que “das pressões que sentem os jovens, a mais preocupante é a pressão para serem fisicamente atrativos”. A economista espanhola, que também já tinha coordenado o estudo As mulheres em Portugal, hoje (em 2019), considera estes dados “surpreendentes e preocupantes”, até porque a aparência física não é algo que dependa apenas da pessoa, algo que os jovens consigam controlar por si próprios, “depende muito da biologia do pais”, frisa. Mas o certo, destaca a especialista, é que tem impacto nas mais variadas esferas da vida dos jovens, independentemente “do nível de escolaridade”.

PUB
PUB
PUB
PUB

Sobre o impacto desta pressão sobre o físico, Laura Sagnier reconhece que “afeta tudo”, referindo-se não só ao bem-estar físico e emocional dos jovens, mas também à vida familiar e social, que podem ficar melindradas com a infelicidade que a aparência física causa. Quanto questionada sobre o papel das redes sociais nesta pressão que os jovens colocam a si mesmos para serem fisicamente mais atrativos, Laura Sagnier reconhece que podem “contribuir muito”.

O retrato Os jovens em Portugal, hoje: Quem são, que hábitos têm, o que pensam e o que sentem contou com a participação de 2,2 milhões de jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 34 anos e será apresentado e debatido nos dias 27 e 28 de novembro no Novo Encontro Juventudes, uma conferência organizada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos e que terá lugar no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados