Homicidas do rapper Mota Jr. condenados a 23 anos de prisão

24 nov 2021, 16:23
Mota Jr

Em março do ano passado, o rapper Mota Jr. foi espancado violentamente acabando por morrer

Os três homicidas do rapper Mota Jr. foram esta tarde condenados a 23 anos de prisão.

João Luizo, Edi Barreiros e Fábio Martins foram condenados pela morte, à pancada, do rapper português, a 15 de março de 2020. A juíza do Tribunal de Sintra considerou o crime extremamente violento.

Depois de agredirem o músico, que não resistiu aos ferimentos, os suspeitos roubaram-lhe ouro e jóias. Conhecido como Mota Jr, o músico David Mota tinha 28 anos.

A jovem que atraiu Mota Jr. para a emboscada foi condenada a quatro anos de prisão.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados