opinião

A Desigualdade

13 jul, 07:00

Notas Soltas

A questão da igualdade e da desigualdade tem sido objecto de debates, principalmente desde a Revolução Francesa. O ponto que me interessa analisar tem a ver com a circunstância da globalização financeira ter agravado as desigualdades. Do que se trata? O aumento da riqueza( PIB mundial) não foi redistribuído de uma forma igualitária, em termos gerais. Os números mostram que os mais ricos ficaram mais ricos nos últimos vinte anos e, consequentemente, os mais pobres também ficaram mais desfavorecidos. A grande fatia da riqueza mundial está concentrada num ( 1) por cento da população. Esta realidade é sobretudo evidente nos Estados Unidos e na Europa. Na Ásia, nomeadamente na China, aumentou exponencialmente o número de pessoas com níveis de riqueza assinaláveis. É uma evidência apesar de se tratar de uma ditadura, politicamente. Tem estado a funcionar o chamado elevador social. Já na Europa, o crescimento económico reduzido a pouco mais de dois por cento e as despesas com o “ Estado Social, travam políticas redistributivas, em termos de rendimento e de fiscalidade. 

Por último, temos África. É aqui, pouco ou nada mudou. Continuamos com regimes cleptocráticos, em que as elites no poder detém os meios de produção e a riqueza gerada nos respectivos países e depois os pobres, no limite mínimo de sobrevivência. Nada de muito novo, mas na realidade a globalização financeira não contribuiu grandemente para uma narrativa diferente no que à igualdade diz respeito.

Colunistas

Mais Colunistas

Patrocinados