Rio candidata ao Parlamento o seu secretário-geral, acusado de dois crimes de falsidade informática para confirmar falsas presenças na AR? Verdadeiro

26 jan, 19:10
Rui Rio

Na arruada do PS desta terça-feira, na Afurada, em Vila Nova de Gaia, o presidente do PS do Porto, Manuel Pizarro, criticou Rui Rio por ter afirmado que o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, devia abster-se de concorrer às eleições autárquicas por ser arguido no caso Selminho, tendo ao mesmo escolhido o secretário-geral do PSD, José Silvano, como candidato às eleições legislativas, apesar de o Ministério Público ter pedido a sua condenação.

Será verdade?

Na lista de candidatos à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Lisboa é possível encontrar o nome do secretário-geral do PSD, logo a seguir ao cabeça de lista Ricardo Batista Leite. José Silvano está a ser julgado (juntamente com a sua colega de bancada Maria Emília Cerqueira) por dois crimes de falsidade informática para confirmar falsas presenças no Parlamento nos dias 18 e 24 de outubro de 2018. No passado dia 17, na terceira sessão do julgamento, o Ministério Público pediu a condenação de José Silvano e da deputada Maria Emília Cerqueira, argumentando que esta introduziu as credenciais de acesso do secretário-geral do PSD no sistema informático do plenário sabendo que o secretário-geral do partido não se encontrava no Parlamento.

Conclusão: Verdadeiro

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Factos Primeiro

Mais Factos Primeiro

Patrocinados