«Alvalade? Não foi apenas no sábado que aconteceram incidentes graves»

24 out, 15:06
Adeptos do Sporting no jogo ante o Casa Pia

Criminalização do uso de ‘very lights' poderá aprovada até ao final do ano, diz ministro da Administração Interna

José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, explicou neste segunda-feira que o regime que volta a criminalizar o uso dos engenhos pirotécnicos, como os ‘very lights’, em contexto desportivos, pode ser aprovado até final de 2023.

«Até ao final do ano este regime poderá ser aprovado e será no quadro desse regime que voltaremos a criminalizar o uso dos ‘very lights’. Este é o resultado de um trabalho que tem vindo a ser feito com a ministra dos Assuntos Parlamentares e com o secretário de Estado do Desporto», disse José Luís Carneiro aos jornalistas no final da cerimónia militar comemorativa do aniversário da Unidade de Controlo Costeiro da GNR..

Questionado sobre a carga policial que ocorreu no sábado no estádio do Sporting, o ministro afirmou que não há motivo para a Inspeção-Geral da Administração Interna abrir qualquer inquérito, destacando a decisão do clube que anunciou um ‘corte’ com a claque Juventude Leonina: «Não foi apenas no sábado que aconteceram incidentes que consideramos graves e lamentáveis, tem acontecido regularmente em provas do desporto.»

O ministro disse ainda que «muitos adeptos utilizam e usam engenhos pirotécnicos sob anonimato porque se escondem atrás dos trajes para lançar esses engenhos». «Sendo que tentam ludibriar as autoridades no uso desses engenhos, tem que se encontrar mecanismos de sancionamento dessas práticas», finalizou.

Relacionados

Patrocinados