Angola: corpo de José Eduardo dos Santos já chegou ao memorial

Agência Lusa , DCT
27 ago, 10:49

Na entrada das Forças Armadas um grupo coral entoa um cântico que diz: "as Forças Armadas choram"

O corpo de José Eduardo dos Santos chegou este sábado, após hora e meia de cortejo, ao memorial, num cortejo pouco participado, com maior mobilização dos populares junto de Chicala, bairro próximo do local onde se realizam as cerimónias fúnebres.

Ao longo do percurso, que saiu da residência familiar pelas 08:30, as pessoas iam se juntando em pequenos grupos, ouviram-se alguns aplausos, alguns prantos e acenos com lenços em sinal de despedida.

A grande concentração de populares aconteceu já na reta final do cortejo fúnebre do antigo Presidente de Angola, que foi acompanhado de grande aparato policial e militar.

Já perto do memorial ouviram-se cantigos e algumas mulheres que se despediam, alguns dos que se juntaram seriam curiosos e turistas, muitos querendo registar o momento em vídeo e fotografias.

O corpo chegou ao memorial pelas 10:00, estando a urna colocada numa tenda onde se encontra rodeada de coroas de flores e encimada por uma fotografia de José Eduardo dos Santos.

Na tenda encontram-se já diversas individualidades, entre vários membros do executivo angolano e responsáveis do MPLA.

Do lado de fora da tenda, instalada num enorme recinto designado como Praça da República, concentram-se também já bastantes populares que vão homenagear José Eduardo dos Santos.

Na entrada das Forças Armadas um grupo coral entoa um cântico que diz: "as Forças Armadas choram".

O ato fúnebre, marcado para o período da manhã de domingo, 28 (dia em que o ex-presidente angolano completaria 80 anos de idade), contará com a presença de 21 individualidades estrangeiras, entre Chefes de Estado e de Governo africanos e de Portugal.

Relacionados

África

Mais África

Patrocinados