Mais de 118 mil pessoas já pediram para ser excluídas dos jogos e apostas online este ano

8 jun, 07:29
Computador

REVISTA DE IMPRENSA. No mesmo período, dados do Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos mostram que cerca de 215 mil pessoas se registaram para jogar neste tipo de sites

Mais de 118 mil pessoas já pediram para ser excluídas dos jogos e apostas online, avança o jornal Público. Nos primeiros três meses do ano, 23 mil pessoas auto-bloquearam-se em plataformas online de forma a controlarem o vício do jogo, sendo que o prazo de suspensão da atividade é definido pelo próprio utilizador.

Contas feitas pelo jornal Público mostram que, comparados com dados do ano passado, são mais 32,8 mil jogadores que se excluíram, apesar do Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos alertar que o mesmo utilizador pode excluir-se de mais do que uma plataforma simultaneamente.

No entanto, no mesmo período, dados do Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos mostram que cerca de 215 mil pessoas se registaram para jogar neste tipo de sites, que conseguiram receitas superiores a 141 milhões de euros. Destes, 60,4% tinham idades entre os 25 e os 44 anos e 21,8% entre os 18 e os 24.

Os dados mostram ainda que, dos novos registos, 66,6% dos mesmos foram feitos por jogadores com menos de 35 anos.

Cerca de metade dos jogadores registados prefere os casinos online, enquanto os restantes optam pelos sites de apostas desportivas, com particular incidência no futebol.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados