Rendeiro: pijama da Qatar Airways revela à PJ voo em primeira classe de chegada a Joanesburgo

12 dez 2021, 23:55
Pijama da Qatar Airways
Pijama da Qatar Airways

Foi através da peça de roupa que a Polícia Judiciária soube que Rendeiro chegou à África do Sul. Antigo líder do BPP será ouvido por um juiz esta segunda-feira

PUB

O pijama que João Rendeiro vestia quando foi surpreendido e detido, na manhã de sábado, num quarto de hotel em Durban, trouxe uma informação relevante à Polícia Judiciária, sabe a CNN. Ajudou a preencher peças que faltavam ao puzzle de todos os passos do ex-banqueiro desde que fugiu da Europa, via Londres, em Setembro - porque aquele pijama pertence à Qatar Airways. 

Ou seja, trata-se de uma peça de roupa cedida aos passageiros que viajam em primeira classe - e foi por aí, nas últimas horas, que a PJ soube que Rendeiro chegou à África do Sul a bordo de um voo comercial daquela companhia, que partiu de Doha, no Qatar, onde o fugitivo fez uma escala de alguns dias após ter saído de Londres. 

PUB

 

Pijama da Qatar Airways/D.R

 

Viajou sozinho, apresentando o passaporte verdadeiro, beneficiando do facto de naquela altura ainda não haver uma "notícia vermelha" com o seu nome no sistema da Interpol, visto que o mandado internacional ainda não tinha sido emitido.

Depois, sabe a CNN, instalou-se nos primeiros tempos num hotel em Joanesburgo, e só nas últimas semanas, em vésperas da entrevista que concedeu à CNN, é que se mudou para Durban.

PUB
PUB
PUB

O motivo, acredita a PJ, foi suspeitar que já tinha sido localizado naquela cidade, por denúncia de alguém que trabalhava para ele em Lisboa. A entrevista à CNN já foi dada na suite do hotel onde acabou detido. E guardou sempre o pijama da companhia aérea - que agora deu mais informações à investigação.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados