Sindicato Nacional da Polícia marca protestos para aeroportos de Lisboa e Porto durante a JMJ

Agência Lusa , MM
2 jun, 18:47
Polícias (Getty)

Estão previstas várias ações de protesto, como a entrega de folhetos nos aeroportos de Lisboa e Porto, a afixação de faixas em diversos locais de Lisboa, em especial na zona envolvente ao evento da Jornada Mundial da Juventude

O Sindicato Nacional da Polícia anunciou, esta sexta-feira, a realização diária de protestos nos aeroportos de Lisboa e Porto entre 31 de julho e 06 de agosto, quando acontece a Jornada Mundial da Juventude, devido “à ausência de resposta aos problemas”.

Em comunicado, o Sindicato Nacional da Polícia (Sinapol) avança que vai realizar diariamente, entre 31 de Julho e 06 de Agosto, várias ações de protesto, como a entrega de folhetos nos aeroportos de Lisboa e Porto, a afixação de faixas em diversos locais de Lisboa, em especial na zona envolvente ao evento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e entrega de folhetos em pontos turísticos da Madeira e Açores.

Considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, a JMJ vai realizar-se entre 01 e 06 de agosto em Lisboa, sendo esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas.

O Sinapol justifica os protestos com “a demonstrada e evidente falta de vontade política do Governo em resolver os problemas estruturais, estatutários e remuneratórios dos polícias, mesmo depois de vários ofícios enviados à tutela”.

“Estamos cansados de esperar pelo Governo, pelo que é tempo dos polícias irem à luta e de forma veemente e direta demonstrarem o seu repúdio como estão a ser tratados, ou neste caso, destratados. É totalmente irracional e absurdo que o Governo continue a não perceber a gravidade da situação, em que caminhamos a passos largos para a extinção da PSP, porque é mais que evidente que nos dias de hoje poucos são os jovens que querem abraçar uma profissão que não é valorizada, que é mal remunerada”, salienta o sindicato.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados