"Uma grande honra ou uma armadilha”: Jimmy Kimmel volta a apresentar cerimónia dos Óscares em 2023

Agência Lusa , BCE
8 nov, 00:28
Jimmy Kimmel

O apresentador e comediante é visto como uma aposta segura para apresentar a 95.ª cerimónia dos Óscares

O comediante norte-americano Jimmy Kimmel vai apresentar a cerimónia dos Óscares pela terceira vez, anunciou esta sexta-feira a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

O apresentador de 54 anos, que lidera o programa de entretenimento “Jimmy Kimmel Live!”, é visto pela indústria como uma aposta segura para apresentar a 95.ª cerimónia dos Óscares, cuja última edição ficou manchada pela agressão de Will Smith a Chris Rock.

“Ser convidado para apresentar os Óscares pela terceira vez é uma grande honra ou uma armadilha”, brincou Jimmy Kimmel em comunicado.

“De qualquer forma, sou grato à Academia por me propor tão rápido depois de todo o mundo ter dito não”, voltou a reinar o apresentador, que já havia assumido esse cargo em 2017 e 2018.

Quando se estreou em 2017, foi cometido um lapso quando “La La Land”, de Damien Chazelle, foi acidentalmente anunciado como o vencedor do Óscar de Melhor Filme, concedido a “Moonlight”, de Barry Jenkins, posteriormente.

O diretor e a presidente da Academia, Bill Kramer e Janet Yang, respetivamente, descreveram Jimmy Kimmel como “o anfitrião perfeito” para a cerimónia.

Artes

Mais Artes

Patrocinados