Um morto e 15 feridos após duas explosões em Jerusalém

Agência Lusa , AM
23 nov, 07:34

Polícia classifica ataques de "terroristas"

Um pessoa morreu e pelo menos 15 pessoas ficaram feridas esta quarta-feira, duas delas gravemente, em duas explosões em Jerusalém, informou a polícia que classifica os ataques de "terroristas".

No início da manhã, a primeira explosão numa paragem de autocarro feriu pelo menos 12 pessoas, duas delas ficaram em estado crítico, com uma delas a morrer já no hospital, disse o serviço nacional de emergência.

Pouco depois, houve outra explosão noutra paragem de autocarro em Ramot, em Jerusalém Oriental ocupada, que causou três feridos ligeiros.

Na sequência de ataques mortais em Israel, a partir de março, o exército israelita realizou mais de dois mil ataques na Cisjordânia.

Estes ataques, e os confrontos por vezes a eles associados, causaram a morte a 125 palestinianos, o maior número de mortos em sete anos, de acordo com a ONU.

Sem reclamar responsabilidade pelos ataques de Jerusalém, o movimento islamista palestiniano Hamas, no poder na Faixa de Gaza, considerou-os "o preço dos crimes e agressões de Israel" "contra o povo" palestiniano.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados