"Baleia" e outros comentários "repugnantes". Ex-estrela do ténis ataca publicações de "vergonha" sobre o seu corpo

CNN , Hilary Whiteman
23 jan, 14:17
Jelena Dokic _ Getty Images

"Maldade. Não há outra palavra para isso", descreve Jelena Dokic, que publica ela própria exemplos de comentários que recebeu sobre o seu corpo, como um que a chama de "baleia".

A antiga estrela australiana do ténis Jelena Dokic voltou a contra-atacar "trolls" da Internet que, segundo ela, a bombardearam com comentários negativos sobre o seu corpo durante o Open da Austrália.

Numa publicação no Instagram esta segunda-feira, Dokic, que está a trabalhar no evento como comentadora da afiliada 9 da CNN, disse que as mensagens de “vergonha do corpo” e “vergonha da gordura” ( “body shaming” e “fat shaming”) que recebeu nas 24 horas anteriores são “repugantes”.

“O comentário mais comum foi ‘o que é que lhe aconteceu, que ela está tão grande?’". escreveu a própria Dokic. “Vou contar-vos o que aconteceu, estou a procurar um caminho e a sobreviver e a lutar. E na verdade não interessa o que estou a fazer e o que aconteceu, porque o tamanho não devia importar”.

Dokic reformou-se em 2014, após atingir vários pontos máximos na sua carreira, incluindo atingir os quartos de final de Wimbledon em 1999, com apenas 16 anos de idade. Um ano mais tarde, foi uma das quatro últimas em Wimbledon.

Em 2000, representou a Austrália nos Jogos Olímpicos de Sydney, e também alcançou as semifinais de Wimbledon. Atingiu o 4.º lugar do ranking mundial após ter chegado aos quartos-de-final do Open de França em 2002.

Mas o sucesso de Dokic em campo teve um custo tremendo, como revelou na sua autobiografia, “Unbreakable” [à letra, “Inquebrável”], publicada pela primeira vez em 2018.

No livro, Dokic detalha o abuso físico, verbal e mental que diz ter sofrido às mãos do seu pai e antigo treinador, Damar Dokic.

Dokic cortou laços com o seu pai em 2002, saindo “a meio da noite” apenas com a sua mala de raquete e uma mala, segundo contou.

Damir Dokic, pai de Jelena Dokic, em 2000 em  Wimbledon. Foto Michael Stephens PA Images via Getty Images

Quando o livro foi lançado, o pai de Dokic não respondeu ao pedido de comentários da CNN. Em 2009, ele tinha afirmado ao diário sérvio Blic que “não há criança que não tenha apanhado tareia dos pais, o mesmo com a Jelena”.

Em publicações recentes no Instagram, a ex-jogadora de ténis diz que não será silenciada por rufias e assediadores.

“Estou aqui, a lutar por todos aqueles que estão por aí a ser abusados, envergonhados pela gordura”, disse ela. “Não posso mudar o mundo, mas vou continuar a falar, denunciando este comportamento, usando a minha plataforma para fazer algo bom e apoiar outras pessoas que andam por aí e dar voz aos outros e tentar fazer com que os outros se sintam menos sós e assustados".

No passado, Dokic já falou sobre as suas lutas em matéria de sua saúde mental. Em junho, num vídeo publicado no Instagram, ela revelou que esteve perto de tirar a sua própria vida e disse que obter ajuda profissional a salvou.

 

Foto no topo: Jelena Dokic em 12 de outubro de 2002 na Austrália. Foto Daniel Pockett _ Getty Images

 

Contactos, informações e apoios

Para informações, ajudas, contactos consulte o site da Campanha Nacional de Prevenção do Suicídio em prevenirsuicidio.pt.

Linhas de apoio:

SOS VOZ AMIGA
15:30 – 0:30
213 544 545 | 912 802 669 | 963 524 660

TELEFONE DA AMIZADE 
16:00 – 23:00
222 080 707

CONVERSA AMIGA
15:00 – 22:00
808 237 327 | 210 027 159   

VOZ DE APOIO
21:00 – 24:00
225 506 070
Email: sos@vozdeapoio.pt

VOZES AMIGAS DE ESPERANÇA DE PORTUGAL
16:00 – 22:00
222 030 707   
 

Sociedade Portuguesa de Suicidologia www.spsuicidologia.com

Perguntas e respostas:

Alguém próximo de mim morreu por suicídio – leia aqui

Estou preocupado/a com alguém - Leia aqui

Fiz uma tentativa de suicídio – Leia aqui

Tenho pensamentos de suicídio – Leia aqui

Tenho pensamentos de suicídio – Leia aqui

Mais contactos e serviços disponíveis aqui

 

Desporto

Mais Desporto

Patrocinados